InícioCidadeFamília faz "aniversário de internação" para pinheirense que aguarda respirador do Estado...

Família faz “aniversário de internação” para pinheirense que aguarda respirador do Estado de MG há um ano

Laleska já conseguiu duas decisões favoráveis na justiça, mas situação permanece sem resolução definitiva

Publicado em

A pinheirense Laleska Jacinto Balmant completou um ano de internação em João Pinheiro neste domingo, 26 de maio. Seus familiares providenciaram um bolo ironizando o “aniversário de internação” em protesto pela situação, já que Laleska possui duas decisões favoráveis da justiça que ainda não foram efetivamente cumpridas. O JP Agora falou com a mãe da pinheirense, que aproveitou a oportunidade para pedir ajuda.

A luta de Laleska foi compartilhada pelo JP Agora no ano passado quando ela e a família conseguiram, através da justiça, que a jovem realizasse um procedimento cirúrgico de gastrostomia na cidade de Uberlândia. Dessa cirurgia em diante, Laleska não deixou mais o hospital. Ela foi diagnosticada com pneumonia, ficou 17 dias entubada em Uberlândia e foi transferida para João Pinheiro no dia 26 de maio de 2023, permanecendo internada desde então porque não consegue respirar sem ajuda de um respirador.

“Ela veio para João Pinheiro e precisa do respirador para continuar vivendo. Já ganhei na justiça duas vezes, em novembro do ano passado o respirador, quando foi janeiro o Estado impugnou a decisão do juiz, entrei de novo tornei ganhar em março, aí o juiz deu 20 dias para o estado fornecer o respirador, o estado não forneceu, o juiz deu mais 10 dias e o estado mandou uma petição para o juiz pedindo para passar o dinheiro ao invés de mandarem o respirador para que eu mesma faça a compra, o juiz já mandou o estado mandar o dinheiro, mas até agora nada” destacou Rosimeire, mãe de Laleska.

Rosimeire desabafou que está cansada e que já pensou até mesmo em desistir. A mulher vem enfrentando a internação da filha e não consegue trabalhar de forma suficiente para pagar suas despesas, o que a levou a contrair dívidas. Em vista disso, ela pediu ajuda aos leitores do JP Agora.

“Estou cansada, tem um ano que estou pelejando com a Laleska, o Cláudio meu marido amputou a perna e está enxergando 20% só de um olho. Eu não dou conta mais, está difícil demais para mim. Tudo é nas minhas costas, estamos passando necessidade dentro de casa, trabalho no bar do clube sábado e domingo, mas a renda não dá pra nada. É a conta de farmácia que estou devendo, estou pedindo socorro mesmo, não estou dando conta e é tudo nas minhas costas” desabafou Rosimeire.

A família de Laleska está recebendo doações de qualquer quantia pelo PIX (38) 9.9997-0701. O JP Agora apoia a causa e espera que nosso alcance ajude nossos conterrâneos. Seguiremos acompanhando o caso de perto.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
JUAN PABLO MONTOIA
1 mês atrás

COMO SEMPRE O ESTADO TE COBRA IPTU, IPVA, I MUITO MAIS , MAS NA HORA DE FAZER ALGUMA COISA PRO CIDADAO NADA NADA NADA SEMPRE ASSIM