Família que sofreu acidente no Tocantins continua precisando de ajuda; tratamento pode demorar mais de 6 meses

José Rodrigues procurou a redação do JP Agora para pedir orações e apoio

O JP Agora tem acompanhado de perto a situação da família de José Rodrigues, a qual sofreu um acidente de caminhão no estado do Tocantins que vitimou um dos filhos do casal de apenas 4 anos de idade. Esposa e o outro filho de José continuam internados e a previsão é de que o tratamento ambulatorial demore mais de seis meses.

Em entrevista concedida via WhatsApp à reportagem do JP Agora, José Rodrigues contou que sua mulher continua na UTI em razão da gravidade da lesão em sua perna. Segundo o pinheirense, ela perdeu praticamente toda a pele da perna e passa por um processo de preenchimento, o qual é bastante delicado e demorado, podendo demorar mais de seis meses.

O filho mais velho do casal também permanece internado, mas não está na UTI. Ele sofreu lesões no joelho e na perna e também passa por preenchimentos para não perder parte da perna. José segue acompanhando a família em Palmas – TO e desabafou que eles precisam de muitas orações e apoio.

Publicidade
Farmacia Pinheirense 970x250 1

“A gente precisa mesmo do apoio de cada um de vocês porque estamos muito longe de casa, 1600 km de casa e é muito difícil. Mas Jesus falou que não seria fácil. Estamos com fé que tudo vai melhorar” disse José Rodrigues à redação do JP Agora.

José ressaltou que o apoio financeiro é necessário para que a família consiga cobrir parte das despesas que estão tendo, já que ele está sem trabalhar por todo esse período. Ajude a família de José Rodrigues pelo PIX: 054.961.296-30.

7 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Zezinho
19 dias atrás

Vamos ajudar moçada! Se cada um ajudar com um pouquinho resolve o problema

Vivian
18 dias atrás

Quem já teve alguém da família precisando de apoio no hospital, sabe o que é esta de mãos atadas pra conseguir o melhor pra quem ama. A mãe e o marido da Thais estão por lá direto com 2 pessoas queridas internadas, todo mundo sabe que o custo de vida numa capital é caro e falta medicamentos e diversas coisas nos hospitais públicos, até os matérias para curativos da Thais precisam ser comprados. Pois eu vou ajudar, se Deus me deu saúde vou retribuir como posso e se cada pensasse assim sobraria mais apoio a família e menos julgamentospra eles… Leia mais »

Aldo alves
18 dias atrás

Deus vai tocar no coração das pessoas e elas vão ajudar.

Sincero
19 dias atrás

Deus me perdoe, mas esse cara fala igual aquele pastor o Valdemiro Santiago, so roubo

Revoltada
18 dias atrás
Resposta para  Sincero

Tinha era que respeitar a dor dos outros

Kaleu
18 dias atrás
Resposta para  Sincero

Seu doente

17 dias atrás
Resposta para  Sincero

Deus não perdoa não amigo, tomara que vá direto pro inferno, seu imbecil

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias