Golpistas tentam realizar prova de vida de aposentado que já morreu em Brasilândia de Minas

Funcionária logo percebeu que se tratava de tentativa de golpe

Grupo de golpistas tentaram ludibriar os funcionários de agência da Sicoob Credipinho em Brasilândia de Minas na segunda-feira (27). Na ocasião, a suspeita Maria Emília Barbosa Farago, 35 anos, foi até a agência bancária para tentar fraudar a prova de vida de um parente e consequentemente continuar recebendo o benefício pago pelo INSS. Entretanto, o beneficiário faleceu em dezembro de 2020.

Segundo informações levantadas pelo JP Agora, o benefício era concedido à pessoa de Carlos Henrique B. Farago. No momento do atendimento na agência a suspeita disse que Carlos aguardava no carro e que quando fosse assinar o documento da prova de vida seria necessário ir até o local pois ele se encontrava debilitado e não conseguia andar.

A funcionária do banco foi até o veículo indicado por Maria Emília e ao se aproximar logo percebeu que a pessoa que ali estava não correspondia com a foto do documento do beneficiário. Ainda no local, a funcionária percebeu uma outra pessoa que estava no interior do veículo chamando homem pelo nome de Cleuber. Ele colheu a assinatura e confirmou que efetivamente não se tratava da mesma pessoa.

Publicidade
Jantinha Dom Churrasco João Pinheiro - Jantinha com Churrasco

Já dentro da agência, os funcionários da cooperativa pesquisaram o nome do beneficiário Carlos em outros sistemas bancários e encontraram um registro que informava o seu falecimento.

Segundo as informações que constam no inquérito policial, Carlos era um médico e faleceu em decorrência de complicações da Covid-19 no dia 08 de dezembro de 2020.

A ocorrência policial foi registrada e o fato encaminhado à Polícia Civil para as devidas apurações.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Irônico
1 mês atrás

Parabéns aos escriturários q fizeram a denúncia! Esse estelionatários estão pior q sanguessugas! ??

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias