Publicidade
Chegou seu momento - Faculdade Cidade de João Pinheiro
Publicidade
InícioBrasilGoverno de São Paulo descarta relação de vacina com parada cardíaca em...

Governo de São Paulo descarta relação de vacina com parada cardíaca em menina

Comitê de especialistas avaliou prontuário de paciente de Lençóis Paulista e descartou qualquer relação entre vacinação e a parada cardíaca

Publicado em

A parada cardíaca em uma menina de 10 anos, que motivou a suspensão da vacinação na cidade de Lençóis Paulista (SP), não teve qualquer relação com a aplicação do imunizante da Pfizer.

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde concluiu nesta quinta-feira (20) a investigação “que descartou o evento adverso pós-vacinação na criança de 10 anos do município de Lençóis Paulista”. E destacou: “Não existe relação causal entre a vacinação e quadro clínico apresentado”.

Em nota, o governo informou que “a análise realizada por mais de 10 especialistas apontou que a criança possuía uma doença congênita rara, desconhecida até então pela família, que desencadeou o quadro clínico”. A análise do especialistas se baseou em exames e nos dados do prontuário da paciente no hospital.

Publicidade
Pop Pet Center em João Pinheiro

Os especialistas detectaram que a menina tem a síndrome de Wolff-Parkinson-White (WPW), condição congênita que leva o coração a ter crises de taquicardia, que podem ocasionar até mesmo a morte súbita.

Entenda o caso

A menina foi hospitalizada na tarde dessa quarta-feira (19/1), cerca de 12 horas depois de tomar a dose da vacina da Pfizer contra a Covid.

Publicidade

Após o caso de parada cardíaca, a prefeitura de Lençóis Paulista suspendeu a vacinação infantil na cidade.

Anderson Prado, prefeito do município, disse que tomou a decisão por uma questão de segurança e reconheceu que não havia nenhum tipo de relação comprovada entre a aplicação da vacina e a parada cardíaca.

Publicidade

“O que nós fizemos foi uma medida cautelar, de segurança. Não há ainda a comprovação de que há relação entre a vacina e a parada cardíaca. Essa resposta tem que vir de órgãos federais e estaduais”, disse ele, antes do pronunciamento do Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo nesta tarde.

A paciente foi internada em uma UTI de um hospital particular da região e permanece em observação. O estado de saúde da menina é estável.

Publicidade

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
O Conservador
8 meses atrás

É provável que os antivax fiquem tristes com essa notícia. Que país é esse!

Jorge
8 meses atrás
Resposta para  O Conservador

Pais onde uns tem inteligência outros não gostam de ser tocados como zumbis. Com certeza foi so coincidência

Só observando
8 meses atrás

Agora é assim, se der dor na unha e tomou a vacina aí é culpa da vacina aff, já tomei as 3 dose e vou tomar quantas for preciso

Publicidade

mais artigos