19.8 C
João Pinheiro
terça-feira, janeiro 19, 2021

Homem é deixado amarrado na porta do quartel após tentar invadir casa em Brasilândia de Minas

O indivíduo foi liberado após o registro da ocorrência

Um homem ainda não identificado resolveu invadir uma residência na noite de ontem e acabou se envolvendo em uma enroscada em Brasilândia de Minas – MG. O morador da casa, ao perceber a presença do indivíduo, reagiu, bateu no invasor e, após tentar contato com a polícia, o amarrou e o deixou na porta do Quartel da PM do município.

Segundo informações extraoficiais, a Polícia Militar recusou ir até o local dos fatos e, depois, recusou atender o morador no quartel, motivo pelo qual Rone Pereira foi deixado amarrado na calçada.

O que disse a Polícia Militar

Em nota, a Polícia Militar esclareceu que o indivíduo em questão foi visto andando em cima de telhados na Rua Francisco Lopes da Mota por volta das 00:30 horas.

Imediatamente a guarnição policial compareceu ao local e obteve êxito em deter um infrator. O autor apresentava visivelmente estar sob efeito de substância entorpecente, tendo alucinações e alegando “estar sendo perseguido por homens em cavalos, os quais queriam mata-lo”.

Após o atendimento, o proprietário da residência invadida informou aos militares que conhecia o autor e que dispensava as providencias referentes à Violação de domicilio. (A própria vítima não quis prosseguir com os trâmites legais).

Diante disso, a guarnição conduziu o autor até o Pronto Socorro e registrou o devido fato conforme REDS nº 2020-062726940-001.

Por volta das 03h50min, a Polícia Militar recebeu novamente chamada informando que um homem estaria sobre o telhado da residência na rua Canápolis, bairro Porto. Na ocasião o solicitante foi informado que não havia equipe policial disponível para o atendimento imediato, em seguida o solicitante conseguiu realizar a detenção do autor e o conduziu até a sede do quartel da Policia Militar.

Informado sobre o procedimento a ser realizado nos crimes de Dano e Violação de domicílio, a vítima dispensou as providências policiais, (a própria vítima não quis prosseguir com os trâmites legais) sendo o autor liberado no local e feito mais um registro de Ocorrência Policial conforme REDS nº 2020-062736632-001.

Vítima e autor foram atendidas conforme protocolos legais. Autor inclusive encaminhado ao Hospital Municipal. Vítimas ouvidas e atendidas.

A atividade Policial limita-se em questões de ordem legal, há uma norma jurídica a ser  observada em toda atuação. Existem crimes que as ações do Estado se prosseguem apenas se houver manifestação de vontade da vítima. (Caso em tela).

6 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


6 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Figurante
18 dias atrás

Só pra esclarecer Aki ele não é nenhum ladrão pois o mesmo está sofrendo por problemas mental ele simplesmente teve algumas alucinações. E a única coisa que ele precisava naquele momento era de um tratamento. Ele é bum cidadão de bem e não faz e nunca fez mal a ninguém..

BRASILANDIA CIDADA
14 dias atrás

PARABENS POLICIA DE BRASILANDIA.
O PROBLEMA É QUE QUEM RECLAMA NÃO SABE ESCOLHER SEUS REPRESENTANTES.
ELES CRIAM A LEI E DA NISSO.
A POLÍCIA SÓ CUMPRE A LEI.

RECLAMAM QUANDO PRENDEM… RECLAMAM QUANDO A LEI MANDA SOLTAR…

POVO ESCOLHAM PESSOAS COMPETENTES PARA CRIAR AS LEIS PARA FACILITAR A VIDA DA POLÍCIA.

Dgc
18 dias atrás

Esse ladrão deu foi sorte de tá vivo

Vizinha
18 dias atrás
Resposta para  Dgc

Aluno do granapao

Figurante
18 dias atrás
Resposta para  Dgc

Não é ladrão não . Antes de julgar passa a saber a verdade.

Filhos da anarquia
18 dias atrás

Daqui uns tempos vamos fazer justiça com as próprias mãos . Brasilândia lugazinho ruim .

Últimas Notícias