Homem é morto a golpes de faca em bar na Vila das Almas em João Pinheiro

O autor do homicídio contou à polícia que a vítima teria estuprado seu neto, o que lhe motivou a cometer o crime; JP Agora apurou que ele não tem filhos nem netos

Um homem foi morto a facadas em um bar na Vila das Almas, distrito pertencente ao município de João Pinheiro, na tarde do último domingo, 19 de dezembro de 2021. Testemunhas que presenciaram o crime apontaram o autor para a polícia, o qual foi localizado e preso. Questionado, ele disse que a vítima teria estuprado seu neto, o que teria lhe motivado para o crime. Diagnosticado com esquizofrenia, o autor não tem filhos e nem netos.

A Polícia Militar foi acionada na UPA de João Pinheiro, onde a vítima Nilton Cesar Rodrigues deu entrada com perfurações de faca já sem vida. Ainda na Unidade de Pronto Atendimento, os policiais apuraram o que teria acontecido com testemunhas que socorreram Nilton.

Segundo apurado pela reportagem do JP Agora, as testemunhas disseram que Nilton estava em um bar na Vila das Almas quando Wilson José de Oliveira entrou armado com uma faca e foi em direção dele e desferiu diversos golpes. Depois, terceiros que estavam no bar conseguiram desarmar Wilson José e ele fugiu do local. Testemunhas disseram, ainda, que antes de esfaquear Nilton, o autor gritou que o homem teria estuprado seu neto.

Uma guarnição da Polícia Militar se deslocou imediatamente até a Vila das Almas e Wilson José foi encontrado em casa. Questionado, o autor confessou o crime e confirmou a versão das testemunhas de que Nilton havia estuprado seu neto. Uma irmã do autor conversou com os militares e contou que ele sofre de esquizofrenia e é interditado judicialmente. A reportagem do JP Agora apurou, no entanto, que Wilson não possui filhos e, muito menos, netos.

Wilson José de Oliveira foi preso e encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil. A arma do crime foi apreendida no bar.

17 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


17 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Dede
5 meses atrás

Estas pessoas tem que ler a reportagem com mais atenção antes de comentar

Maravilhoso
5 meses atrás

Mais o autor não tem neto e nei filhos , e pq é doido que tem matar as pessoas nessa situação, doido tem ficar e quieto dentro de casa ou na clínica. Ninguém sabe da vdd pra julgar as pessoas ñ

Dany
5 meses atrás

Só precisa fazer uma correção aí. O autor do crime não tem nem filhos. Muito menos neto.

cascavel
5 meses atrás

TEM GENTE QUE ATÉ HOJE NÃO SABE PRONUNCIAR E NEM ESCREVER A PALAVRA
ESTUPRO …… FALAM E ESCREVEM ESTRUPO……ESTRUPO ESTA ERRADO…..

Laura
5 meses atrás
Resposta para  cascavel

Meu Deus quanta tristeza!

Última edição 5 meses atrás by Laura
HOMICÍDI? JÃO PINHÊRA?
5 meses atrás

Uai seu Jota Pê Agora matou de pedrada na Brasilândia, es fala qui era Lesão Corporal.

Mata um de tiro de calibre 12 em João Pinheiro, es falô qui era apreensão de arma de fogo.

Agora matô esse de facada, brincá, es fala qui é de doidura mês…

Afinal de contas, difunto não corre atráis di prejuízo nenhum.

Jararaca Ensaboada
5 meses atrás

No meu modesto entendimento, deve ser aplicada a lei do olho-por-olho.

Loira
5 meses atrás

Mais aconteceu de fato o estrupo ??
Ficou incompleta a reportagem.
???????????????

GG
5 meses atrás
Resposta para  Loira

Óbvio que não. Já que o autor não tem filhos, consequentemente, não tem netos. E sofre de esquizofrenia.

Amiga da Família
5 meses atrás
Resposta para  Loira

O autor é esquizofrênico, não tem filhos nem netos, portanto a versão dele não procede. Ou seja, a vítima morreu sem culpa alguma. Isso está bem claro na reportagem.

Última edição 5 meses atrás by Amiga da Família
Vaneide
5 meses atrás
Resposta para  Loira

Gente nunca existiu estupro não, o César era uma pessoa íntegra honesta trabalhador pai de família.Só existiu estupro na cabeça de quem matou ele, ele é esquizofrênico.

Nino
5 meses atrás
Resposta para  Vaneide

É verdade.Morreu de graça. Mas existia mandado de prisão pra vítima. Bastante conhecido na região de varjão de Minas 👁👁

Zé do Centro
5 meses atrás
Resposta para  Loira

Se ele não tem neto, incompleto ficou o raciocínio

Jararaca Ensaboada
5 meses atrás
Resposta para  Loira

Seu estrupador da língua pontuguesa.

Azul
5 meses atrás

Estripador tem que morrer mesmo

Amiga da Família
5 meses atrás
Resposta para  Azul

Vc leu a reportagem? O autor é esquizofrênico, não tem filhos nem netos, portanto a versão dele não procede. Ou seja, a vítima morreu sem culpa alguma. Ler ajuda a não conversar fiado!

P.C
5 meses atrás
Resposta para  Azul

Analfabeto! Lê a reportagen com mais atenção. Não houve estrupo!.

Artigos relacionados

Últimas Notícias