Publicidade
Ifood chega em João Pinheiro - Pedido a R$ 0,99
Publicidade
Chegou seu momento - Faculdade Cidade de João Pinheiro

Homem leva tiro na testa, perde massa encefálica e vai para casa dormir

Vítima informou aos policiais o nome do suposto autor do tiro

Um homem sobreviveu após levar um tiro na testa e permanecer lúcido. A tentativa de homicídio ocorreu na manhã de sábado, 04 de junho, na Rua Camboriú, no Setor Itaipú, em Araguaína.

Publicidade
WN Telecom - Promoção de Aniversário

A vítima é um jovem de 25 anos. Após ser alvejado na testa com um disparo de arma de fogo, o rapaz correu para casa e foi dormir, mas sua mãe percebeu que havia sangue na roupa, o acordou e chamou o Samu. Os profissionais da saúde constataram que o jovem ainda perdeu massa encefálica.

A Polícia Militar também foi acionada. Lúcido e sentado em uma cadeira, o jovem relatou aos policiais que o tiro teria sido disparado por uma pessoa conhecida como ‘Nego Fernando do lavador’.

Publicidade
Revisão de motocicleta Dione Motos em João Pinheiro

O jovem foi encaminhado para o Hospital Regional de Araguaína (HRA). A PM realizou patrulhamento nas imediações, mas não encontrou o suspeito.

A motocicleta que a vítima conduzia no momento da tentativa de homicídio foi localizada próxima a vestígios de sangue e de um projétil. A vítima já tem passagem pela polícia por envolvimento com drogas. As investigações sobre o caso seguem a cargo da Polícia Civil.  

Publicidade

Perda de massa encefálica

O neurocirurgião Antônio Sérgio Guimarães explicou ao G1 que a lesão na cabeça provocada por arma de fogo pode não ser letal, a depender da área afetada, calibre utilizado, distância, posição do projétil e da vítima no momento do disparo.

“É comum, mas também é muita sorte. Se entra em ângulo reto, entra no crânio, mas se a bala entra meio de lado, bate e desvia. Pode ter lesado as partes moles, a pele, e o crânio. Se pega só a parte frontal, a pessoa pode sair andando”, afirmou o especialista.
Antônio Sérgio Guimarães afirma que, para causar uma lesão, depende de alguns fatores.

Publicidade

“Primeiro do calibre, da energia do projétil, se está próximo ou muito longe e se o projétil entra no compartimento encefálico, se transfixa de um lado para o outro, o que é muito grave, ou se atinge um hemisfério só. A gravidade é menor mas também é grave. Depende muito do local que é atingido no crânio”, disse o neurocirugião.

Depois do disparo o homem não procurou ajuda médica. Segundo a PM, ele tinha um ferimento na testa, de onde escorria algo que, segundo os agentes, parecia ser massa encefálica. Apesar disso o homem estava consciente e lúcido.

Publicidade

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
MESTRE DOS MAGOS
25 dias atrás

ESSE AI JA NAO TINHA CEREBRO TEM MUITO TEMPO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Artigos relacionados

Últimas Notícias