Jovem de 18 anos invade creche com adaga e mata 3 crianças e professora em Santa Catarina

Caso aconteceu em creche municipal em Saudades, cidade no Oeste do Estado, na manhã desta terça-feira

Um jovem de 18 anos, cuja identidade não foi informada, atacou e matou três crianças e uma professora com uma adaga, nesta terça-feira (4), em uma escola municipal de educação infantil em Saudades, no Oeste de Santa Catarina. As informações são do delegado responsável pelo caso, Jerônimo Marçal, em coletiva nesta manhã divulgada em vídeo pelo jornal local D’Ponta. Todas as crianças tinham menos de 2 anos, e a professora, segundo a polícia, por volta de 30 anos. Inicialmente, a informação era de que o ataque tinha sido feito por um menor, o que foi corrigido.

Na tragédia, uma funcionária também ficou ferida em estado grave e precisou ser encaminhada a um hospital de Chapecó. Outra criança também foi ferida, mas sem gravidade. Ainda de acordo com o delegado, o rapaz não tem passagem pela polícia e tentou se matar após o crime. Ele está intubado em um hospital em estado grave.

O ataque ocorreu por volta das 10h na Escola Infantil Pró-Infância Aquarela. Segundo a polícia, o agressor atingiu primeiro a professora, na entrada da escola. Ela correu para dentro de uma sala onde estavam as quatro crianças e outra funcionária da creche, onde o ataque continuou.

Publicidade
Farmacia Pinheirense 970x250 1

Saudades tem pouco mais de 9,8 mil habitantes, segundo dados do IBGE. O muncípio está a 600 quilômetros da capital, Florianópolis, e integra a microrregião de Chapecó.

O governador afastado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, lamentou o ataque em uma rede socia. Veja:

“Devastadora a notícia da chacina registrada no município de Saudades vitimando crianças e professores de uma creche na manhã desta terça-feira. Minha solidariedade às famílias, à comunidade escolar e a todos os moradores da acolhedora cidade do nosso Oeste. Todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio”, declarou.

FonteO Tempo

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Caminhoneiro
7 meses atrás

Não mecha com minhas crianças..ele tentou suicídio mas não vai morrer antes de sofrer a ira do Deus vivo

Mário Uchôa
7 meses atrás

E então, agora virá uma campanha para proibir a venda de facões? É bem possível, pois as pessoas têm dificuldade em entender que armas não matam, mas pessoas matam. Se houvesse no local alguém devidamente armado poderia ter impedido esse massacre.
Acorda Brasil!

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias