Jovem de 22 anos morre após ser picado por cobra em João Pinheiro

O jovem se queixava de fortes dores de cabeça e nos músculos, mas não disse que havia sido picado por cobra; diagnóstico veio horas depois com a apresentação de novos sintomas

Um jovem de 22 anos que deu entrada na UPA na madrugada da última sexta-feira completamente embriagado e se queixando de fortes dores de cabeça morreu na manhã de sábado (02) com diagnóstico de picada de cobra. Informações apuradas pelo site apontaram que o rapaz não disse que havia sido picado e o diagnóstico foi fechado depois que ele apresentou novos sintomas. O soro foi administrado, mas infelizmente o jovem não resistiu.

A redação do JP Agora recebeu a informação logo pela manhã de sábado (04) e nossa equipe de reportagem diligenciou para apurar a veracidade do caso. Foi então que o óbito foi confirmado. O jovem, Rosenildo Ribeiro de Sousa, de apenas 22 anos, deu entrada na UPA por volta das 04 horas da madrugada se queixando de fortes dores na cabeça e nos músculos. Ele estava bastante embriagado, apresentava sinais de ser etilista e estava sozinho, não sendo encontrado nenhum familiar.

Apesar das fortes dores, Rosenildo não disse mais nada que pudesse levar ao diagnóstico de picada de cobra. Ele foi medicado e passou por exames, os quais apontaram para a gravidade do caso e para lesão muscular, que poderia ter várias causas, inclusive por conta do etilismo. Então, a equipe médica da UPA solicitou vaga na UTI de João Pinheiro e o rapaz foi transferido imediatamente.

Assim que Rosenildo chegou na UTI, os médicos juntaram todos os sintomas, principalmente aqueles que foram constatados após a entrada do rapaz na UPA, e fecharam o diagnóstico de picada de cobra, o que foi complicado porque o rapaz não havia relatado que foi picado e não apresentava sinais visíveis que apontassem nesse sentido. Segundo apurado pelo JP Agora, os médicos solicitaram apoio do Hospital João XXIII, de BH, o qual também concluiu que se tratava de picada de cobra.

Então, foram administrados 10 ampolas de soro e o rapaz precisava de mais 10. As doses adicionais foram solicitadas da cidade de Patos de Minas e chegaram em algumas horas, sendo aplicadas imediatamente. Contudo, o estado de saúde de Rosenildo já era bastante grave, ele foi intubado e infelizmente não resistiu, falecendo por volta das 8 horas da manhã de sábado.

Rosenildo Ribeiro de Sousa não é da cidade de João Pinheiro e estava no município a trabalho. O corpo foi levado para o município de Mortugaba na Bahia, e foi sepultado neste último domingo, 03 de abril.

5 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


5 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Laila
1 mês atrás

Essa história tá mal contada.

DELTON
1 mês atrás

Que pena Deus conforte a sua familia hoje e sempre

No Facebook tem
1 mês atrás

Que vergonha dessa administração em, não ter o soro em estoque. Teve que ir em Patos de Minas pegar emprestado…

Músico
1 mês atrás

Em pleno 2022 pessoas morrendo de picada de cobra dentro de um hospital???🤔

Zé mane
1 mês atrás
Resposta para  Músico

Pessoas morrem por muitos motivos dentro de um hospital , não existe culpado !!!

Artigos relacionados

Últimas Notícias