19.7 C
João Pinheiro
sábado, janeiro 16, 2021

Justiça determina que Patos de Minas feche o comércio ou saia do Minas Consciente

A Administração Municipal tem 5 dias para cumprir a ordem

Decisão judicial publicada no final da tarde terça-feira (16) determina que a Prefeitura de Patos de Minas cumpra as determinações do Plano Minas Consciente. A Administração Municipal tem cinco dias para cumprir a ordem expedida pelo juiz Marcus Caminhas Fasciani. Por outro lado, a decisão permite que a Prefeitura desista de participar do plano estadual de enfrentamento à Covid-19.

A decisão judicial é referente à Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público de Minas Gerais, que questiona a Administração Municipal pelo não cumprimento das normas estabelecidas pelo Plano Minas Consciente do Governo do Estado. Como a região Noroeste, da qual Patos de Minas faz parte, regrediu para a “Onda Verde” apenas os servidores essenciais deveriam estar funcionando, mas o Comitê Municipal decidiu manter o comércio funcionando.

O Ministério Público ressaltou ainda na Ação Civil Pública o número reduzido de leitos de UTI no Hospital Regional, apenas 10 para atender a uma população de mais de 700 mil habitantes de 33 municípios. Além do pedido de liminar para que a Administração Municipal cumprisse as recomendações do Plano Minas Consciente, o Ministério Público também pediu para que a Prefeitura fosse proibida de abandonar o Plano Estadual.

Os pedidos do Ministério Público foram atendidos em parte. O juiz Marcus Caminhas Fasciani determinou que a Administração Municipal cumpra o que está estabelecido no Plano Minas Consciente, mas também reconheceu a autonomia do chefe do executivo municipal para desistir de fazer parte do Plano. A Prefeitura tem cinco dias para tomar a decisão.

Se a determinação da Justiça for acatada, a Administração Municipal terá que fechar boa parte do comércio novamente. O prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves já havia adiantado ao Patos Hoje que recorreria em caso de decisão desfavorável ao município.

Veja a decisão na íntegra!

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Eu msm
6 meses atrás

Juiz petista credo isolamento n funciona

Cidadão
6 meses atrás
Resposta para  Eu msm

Onde foi respeitado funcionou e já estão voltando a normalidade. Mas como aqui o gado é teimoso… Cloroquina neles até quando puder

Últimas Notícias