InícioBrasilLula comete crime eleitoral ao pedir votos para Boulos em ato "mal...

Lula comete crime eleitoral ao pedir votos para Boulos em ato “mal convocado” do Dia do Trabalho

Evento pouco frequentado em São Paulo vê presidente fazendo campanha antecipada para candidato do PSOL

Publicado em

Durante a celebração do Dia do Trabalho na Neo Química Arena, em São Paulo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) infringiu as normas eleitorais ao pedir votos para Guilherme Boulos (PSOL), pré-candidato à prefeitura de São Paulo. O ato, que teve baixa presença de público, foi marcado por essa declaração controversa que pode levar à aplicação de multas.

Segundo a legislação eleitoral brasileira, a campanha eleitoral oficial só é permitida após o dia 16 de agosto. No entanto, Lula aproveitou o evento organizado pelas centrais sindicais para apoiar explicitamente Boulos, afirmando que “Cada pessoa que votou no Lula em 89, em 94, em 98, em 2002, em 2006 e em 2022 tem de votar no Boulos para prefeito de São Paulo.” Essa ação pode resultar em uma multa variando de R$ 5 mil a R$ 25 mil.

O ato, descrito pelo próprio presidente como “mal convocado”, teve seu público aquém das expectativas, com muitos espaços vazios visíveis no estádio. A frustração foi vocalizada por Lula, que criticou abertamente a organização do evento.

Além do apelo eleitoral antecipado, o evento também serviu como palco para Lula sancionar o reajuste da tabela do imposto de renda, ampliando a isenção para quem ganha até dois salários mínimos. Essa medida beneficia cerca de 15,8 milhões de brasileiros e resultará em uma redução de R$ 3 bilhões em receitas, segundo o Ministério da Fazenda.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), e outros pré-candidatos expressaram suas intenções de acionar a Justiça Eleitoral contra Lula e Boulos. A atitude do presidente foi criticada por dar a impressão de que ainda está em campanha, possivelmente visando também as eleições de 2026.

O evento seguiu com apresentações musicais e danças, mas o público, já reduzido, dispersou rapidamente após o discurso de Lula, levando à popularização da hashtag #flopou nas redes sociais, destacando a baixa adesão e repercussão negativa do ato.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


5 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Charutão
20 dias atrás

O mitoou também ja pediu para o tarcisio em sp, tudo certo, segue o jogo
impressionante como é desleal a oposiçao desse jornaleco jp mentiras contra nosso todo poderoso 9 dedos, vcs tem que respeitcha

Elon musk
20 dias atrás

O homem é quase um Michael Jackson de popular kkkk

Rosa do deserto
20 dias atrás

Lula tá velho caduco gente Num sabe mais ki pode ou não pode

Zé Pedro
17 dias atrás

Da nada não a justiça só pende pra um lado

GALO DOIDO
20 dias atrás

SE FOSSE BOLSONARO TAVA PRESO NA HORA , MAIS E O PAI DOS POBRES DA NADA SEMPRE ASSIM