Menina de 6 anos é encontrada morta em rio de Unaí; padrasto é o principal suspeito do crime

A criança estava desaparecida desde a última quinta-feira (13)

A garotinha Ana Paula Soares Marques, de 06 anos, foi encontrada morta neste domingo (15) no Rio Preto, em Unaí. O Corpo de Bombeiros, após um trabalho com cães e mergulhadores, conseguiram fazer o resgate do corpo. O padrasto, de 34 anos, foi preso suspeito de ter matado a menina.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, na última sexta-feira (14), a 2ª Companhia de Bombeiros Militar de Unaí foi acionada para atender a uma ocorrência de desaparecimento de uma criança de 06 anos de idade.

Segundo informações, a criança havia saído de casa e não mais retornado. Após levantamentos, equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Militar iniciaram buscas em uma área de mata próxima à residência da criança, quando conseguiram encontrar o chinelo da vítima.

Publicidade
Supermercado Líder - Corrida Premiada

Foi solicitado, então, apoio do canil do Batalhão de Uberaba. No sábado (14), a aeronave Arcanjo transportou a equipe do Pelotão de Busca e Salvamento com Cães. Já em Unaí, o cão farejou uma trilha em direção ao rio.

Na manhã deste domingo (16), equipes de mergulhadores do CBMMG encontraram o corpo da criança sobre as águas do Rio Preto, já sem vida. O Corpo de Bombeiros ressaltou a importância da rápida comunicação às autoridades em caso de desaparecimento, tendo em vista que os trabalhos de busca com cães têm melhor eficiência nas primeiras horas após o desaparecimento, sobretudo quando se trata de crianças e idosos.

O delegado Regional de Unaí informou que o padrasto da criança já vinha sendo investigado depois que descobriram que ele tinha passagem por estupro. Anos atrás, ele teria estuprado a própria mãe, além de ter abusado de outra criança. O cunhado do suspeito também foi conduzido até a delegacia. Ana Paula era autista. O corpo dela foi encaminhado para o IML para ser constatada a causa da morte.

Buscar do corpo de bombeiros pelo corpo da criança

Homem estuprou e matou a própria mãe

O suspeito exibe histórico criminal grave. Segundo a Polícia Civil, em 2007 ele estuprou e matou a própria mãe. Seis anos depois ele teria abusado sexualmente de uma criança de apenas 3 anos de idade. Os crimes aconteceram na cidade de São Francisco, no Norte de Minas.

O caso de Unaí chamou a atenção dos policiais pela crueldade. A frieza do suspeito também deixou a equipe desconfiada. Segundo informações da delegada Liliam Rodrigues, o homem não ajudou durante as buscas pela enteada. “Ele se mostrou muito frio. Ficou deitado num pasto enquanto procurávamos a menina”, disse a titular da delegacia especializada em atendimento à mulher.

Foi o próprio suspeito quem acionou a Polícia Militar, ao informar que a enteada estava desaparecida. Quando foi interrogado, ele negou que tivesse participado do assassinato e disse que não iria produzir provas contra si mesmo. A prisão em flagrante foi decretada após os investigadores descobrirem o passado de crimes do padrasto. Ele estaria solto atualmente pelo benefício de saída temporária, após ter sido condenado. A Polícia Civil, no entanto, não revelou mais informações sobre o passado do suspeito. Pelos crimes atualmente sob investigação, ele pode ser condenado por abuso sexual e homicídio.

As investigações seguem e a polícia pede que possíveis testemunhas colaborem com denúncias. “As pessoas estão com medo, pois ele apresenta certo grau de periculosidade”, observou a delegada.

FonteO Tempo

3 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Abençoada por Deus.
6 meses atrás

Estuprador, assassino da própria mãe,beneficiado com essas saidinhas temporárias. Ô DIREITOS HUMANOS façam alguma coisa por nós pelo amor de Deus! Chega de proteger bandido. Olhem com mais respeito pelas vítimas e menos carinho por marginais porque marginal não tem carinho nem pela própria mãe.

Eu
6 meses atrás

Esse sujeito que morrer na cadeia

Mumu .
6 meses atrás

Se tivessem castrado ele da primeira vez tava livre.

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias