Mesmo após troca de presidente, Petrobrás anuncia novo reajuste na gasolina, diesel e gás

Nesta segunda-feira (1º), a Petrobrás anunciou novo reajuste nos preços da gasolina, do óleo diesel e do gás de cozinha

A intervenção do presidente Jair Bolsonaro na Petrobrás, que causou a troca de comando da estatal, não foi suficiente para barrar as seguidas altas nos preços dos combustíveis. Nesta segunda-feira (1º), a Petrobrás anunciou novo reajuste nos preços da gasolina, do óleo diesel e do gás de cozinha.

A partir de amanhã (2), a gasolina ficará 4,8% mais cara, ou seja, R$ 0,12 por litro. Com isso, o combustível será vendido às distribuidoras por R$ 2,60 por litro. O óleo diesel terá um aumento de 5%: R$ 0,13 por litro. Com o reajuste, o preço para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,71 por litro a partir de amanhã.

Já o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de botijão ou gás de cozinha, ficará 5,2% mais caro também a partir de amanhã. O preço para as distribuidoras será de R$ 3,05 por quilo (R$ 0,15 mais caro), ou seja R$ 36,69 por 13 kg (ou R$ 1,90 mais caro). Segundo a Petrobras, seus preços são baseados no valor do produto no mercado internacional e na taxa de câmbio.

Publicidade
Dom Churrasco em João Pinheiro - Barca de Churrasco e Jantinha

“Importante ressaltar também que os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis”, destaca nota divulgada pela empresa.

Em Patos de Minas, o preço médio da gasolina está em R$ 5.40 o litro e deverá passar de R$ 5,50. Já o diesel é comercializado em média a R$ 4,35 e deverá chegar a próximo a R$ 4,50. O botijão de 13 quilos do gás de cozinha é vendido nas distribuidoras de Patos de Minas acima de R$ 90,00 e deverá chegar próximo dos R$ 100,00, segundo os empresários do setor.

7 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Capitão do exército
10 meses atrás

Que classe mais desunida desses caminhoneiros, o povinho fraco.

Zé Povim
10 meses atrás
Resposta para  Capitão do exército

Quer dizer que os caminhoneiros são responsáveis pelo aumento dos combustíveis? Pra acabar mesmo. Não existe na ciência meio para mensurar o nível de sanidade de um fanático pela milícia.

Muita Treta
10 meses atrás

O mandato do atual presidente da Petrobrás vai até 20/03/2021.

caixeta
10 meses atrás

Faz arminha com a mão que melhora.

Zé Povim
10 meses atrás

Mais arminha! Ihuuuuuuuuu! Ah! mas pelo menos não esta roubando!(tática de convencimento imbecil dos seguimores do Bozo) Quando acabar esse governo o poder de compra so assalariado estará láaaa embaixo… e os políticos só na pompa, pra lá e pra cá! Tapinha nas costa e otras cositas mas. Bem parecido com Venezuela viu?

carlos
10 meses atrás
Resposta para  Zé Povim

MENOS MILITONTO

O conservador
10 meses atrás
Resposta para  Zé Povim

Cadê o xadrez 4D do BolsoLula? Tô esperando as justificativas esdrúxulas dos fanáticos e idólatras do “”””””””MEeeeeeeEEEuuuuuuu Preseidente””””””

Artigos relacionados

Últimas Notícias