Moradores de Luizlândia do Oeste (JK) reclamam de picos e apagões constantes no distrito

Vários eletrodomésticos da casa de Élio Gomes já foram queimados por conta dos picos de energia

Moradores do distrito de Luizlândia do Oeste (JK) entraram em contato com a redação do JP Agora para reclamar dos serviços da CEMIG em razão dos constantes picos de energia e apagões. A situação, segundo eles, piorou nos últimos dias e a concessionária não dá uma resposta definitiva.

Em nota enviada ao site, Alcides Magalhães contou que falta energia com frequência e a situação beira ao caos. Os picos acontecem um atrás do outro, causando a queima de diversos eletrodomésticos de sua residência.

Élio Gomes, também morador do distrito, contou que já perdeu diversas lâmpadas, um aparelho de Sky, notebook e um amigo teve sua televisão queimada, tudo em razão dos picos de energia que vêm acontecendo com frequência.

“De quatro a cinco dias para cá foi demais. Ontem, desde as 17 horas deve ter dado mais ou menos uns 40 picos de energia e 18:38 acabou geral até umas meia noite. Depois, deu mais uns 40 picos e acabou de novo. Não tem condições. A energia voltou de madrugada, mas voltou apenas uma fase. É um descaso, todo mundo precisa de energia” contou Élio Gomes à reportagem do JP Agora.

O suplente de vereador Jeferson Pereira da Costa também enviou suas reclamações para o site. Segundo ele, os apagões e picos de energia sempre aconteceram no distrito.

“Tenho 30 anos e sempre aconteceram picos e apagões. Já chegamos a ficar 3 dias sem energia. A média era de 1 a 3 vezes no mês, mas ultimamente está acontecendo com maior frequência. Já perdi diversos eletrodomésticos. A gente reclama na CEMIG, eles falam que estão buscando uma resolução, mas nada acontece. Estou buscando ajuda da Deputada Federal Gleyce Elias para a questão” pontuou Jeferson Pereira.

Você é morador de JK e está passando pelo mesmo problema? Participe nos comentários e deixe sua reclamação.

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Morador JK
5 meses atrás

Moro a anos aqui sempre o mesmo caso e pra piorar a Cemig nem desconta da na conta de energia, só aumentando as tarifas, agora somos culpados por não está chovendo??Ué mas agora não está chovendo e está cobrando tarifa Escassez Hídrica e uma vergonha, uma conta no valor R$130,00 você paga aproximadamente R$90,00 em impostos e 40 somente da energia que você utilizou, e infelizmente o SISTEMA E CORRUPTO…

G R S
5 meses atrás

Pensei que só nós aqui do Distrito de Veredas Aqui tbm tá a mesma coisa, um descaso, quando tem energia o 127 qundo dá muito é 100 o 220 dá 200 vendo a hora de queimar tudo é um absurdo.

Artigos relacionados

Últimas Notícias