InícioPoliciaisMotorista bate em viatura e terá que pagar os prejuízos em Unaí

Motorista bate em viatura e terá que pagar os prejuízos em Unaí

Segundo a polícia, o motorista desobedeceu a preferência de quem vem pela direita

Publicado em

Um motorista de 32 anos bateu contra uma viatura na cidade de Unaí na tarde do último domingo, 28 de agosto, e terá que arcar com os prejuízos do acidente. O homem assinou o TCO e foi liberado.

A reportagem do JP Agora apurou que a colisão aconteceu no cruzamento da Rua Cana Brava com a Presidente Bernardes. Os militares seguiam de viatura pela Rua Cana Brava quando acertaram o motorista de 32 anos, que seguis pela Presidente Bernardes.

A viatura Duster sofreu danos generalizados na parte dianteira. O veículo do motorista, um VW Gol, também ficou danificado. Ao analisar a dinâmica do acidente, os policiais constataram que inexistia placa de “pare” no cruzamento.

Apesar da ausência da sinalização vertical, a culpa do acidente foi atribuída, pelos policiais, ao motorista, já que, segundo apurado pelo JP Agora, a preferência era da viatura, que vinha à direita do motorista.

Um TCO foi lavrado e o motorista assumiu a responsabilidade pelo pagamento dos prejuízos ocasionados à viatura. Também foi confeccionado um auto de infração de trânsito.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


3 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Cidadão
5 meses atrás

Se eles todos estiverem envolvidos no acidente eles não podem dar juízo de causa em nada, já que fazem parte do acidente, existindo um conflito de interesses no caso.

Sagr
5 meses atrás

E quando é o contrário, quem paga?

Jurídico
5 meses atrás
Resposta para  Sagr

Quando é o contrário quem paga é o policial.

mais artigos