MPT resgata 271 trabalhadores em condições análogas à escravidão em fiscalização na cidade de João Pinheiro

A operação conduzida pelo Auditoria Fiscal do Trabalho, o MPT-MG, e as Polícias Federal e Rodoviária federal foi iniciada na segunda (24)

Os 271 trabalhadores resgatados em três fazendas de produção de cana de açúcar, para abastecimento de usina na região de João Pinheiro (MG), estavam trabalhando submetidos a condições degradantes. Desde segunda-feira (24), a equipe de fiscalização integrada pelo Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais (MPT-MG), a Auditoria fiscal do Trabalho (AFT) e agentes das Polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF) estão colhendo depoimentos e apurando os valores devidos a cada um dos 271 trabalhadores.

A operação deverá ser concluída até o final desta semana, tendo como resultados imediatos a quitação de todas as verbas rescisórias de cada trabalhador, que, somadas, devem ultrapassar R$ 5 milhões. Cada trabalhador vai receber indenização a título de reparação de danos morais individuais e a empresa vai pagar também indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 400 mil. Os empregadores firmaram Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) assumindo obrigações de adequar as condições de trabalho no empreendimento para receber futuros empregados.

“A condição degradante, que configura exploração de trabalho análogo à escravidão, foi caracterizada pela ausência de refeitório, sendo os trabalhadores obrigados a fazer refeição a céu aberto, assentados pelo chão; eles também não tinham acesso a sanitários, estavam abrigados em alojamentos superlotados e alguns deles com teste positivo para Covid-19”, descrevem os procuradores do MPT que compõem a equipe de fiscalização.

A partir de hoje, os trabalhadores começam a retornar para as suas cidades de origem – Paraíba, Piauí, Pernambuco, Maranhão e Bahia – com despesas pagas pelo empregadores.

34 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


34 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
USINA WD
3 meses atrás

Vergonha aqui em Luizlandia é a WD

Fora Bolsonaro
3 meses atrás

Isso e uma pouca vergonha fazer isso com as pessoas tratar elas como se fossem cachorro

Mr. Bolosonarao
3 meses atrás

WD envergonhando as Usina de JP

Paz no mundo
3 meses atrás
Resposta para  Mr. Bolosonarao

Não vejo que é vergonha, vejo que está empregando as pessoas. E se isso for trabalha escravo todos que trabalha em fazendas é escravo então.

Bibi Perigosa
3 meses atrás
Resposta para  Mr. Bolosonarao

Quando sabe do assunto direito, fica calado

Thiago
3 meses atrás
Resposta para  Mr. Bolosonarao

Eles forçaram a barra nessa reportagem eu conheço essa equipe de trabalho e não é nada disso. Pegaram pesado.

Tuka
3 meses atrás
Resposta para  Mr. Bolosonarao

Não foi culpa da WD não , foi o empreiteiro que vacilou com os caras , o empreiteiro que cuidava deles , a WD não teve culpa nisso , ninguém fala no nome do empreiteiro que fez a cagada

Curiosidade.com
3 meses atrás
Resposta para  Tuka

O nome apelido do empreiteiro e babão

Renan Mendonça
3 meses atrás
Resposta para  Mr. Bolosonarao

Hoje em dia tem frescura demais. Povo está trabalhando está comendo e está feliz. Ministério do trabalho tem que deixar o povo trabalhar.

Gustavo
3 meses atrás
Resposta para  Mr. Bolosonarao

A wd contratou uma empresa pra o plantio de cana manual aí essa empresa não cumpriu com as devidas obrigações com os funcionários a wd na verdade não tem nada a ver com esse problema entre aspas

USINA WD
3 meses atrás
Resposta para  Gustavo

Vc está enganado, toda empresa é coobrigada, tem responsabilidades com a regularidade fiscal e o cumprimento de todas as normas trabalhistas e segurança do trabalho. Do contrário seria muito fácil.

Jararaca Ensaboada
3 meses atrás

Ferro no brioco das usinas, multa, multa, multa !!!

cascavel
3 meses atrás

O Lula ta voltando pra arrumar emprego pro povo

Critico Patense
3 meses atrás
Resposta para  cascavel

Mas petista nao gosta de trabalhar, isso historicamente já foi comprovado

Costa33
3 meses atrás

Alguém sabe em que fazenda?

Desconhecido
3 meses atrás
Resposta para  Costa33

WD usina de álcool

Fora Bolsonaro
3 meses atrás
Resposta para  Costa33

Wd

Bibi Perigosa
3 meses atrás
Resposta para  Costa33

Fazenda da sua mãe…bando de curioso

Bibi Perigosa
3 meses atrás
Resposta para  Costa33

Fazenda da sua mãe…curioso!

Geralda falo e pronto
3 meses atrás

as usinas são responsáveis pelo pagamento muito triste isso

Mais um nascido e criado jp
3 meses atrás

Esquisito viu porq trabalhei na wd e era uma impresa boa com bom salário só sai de lá porq mim mandaram embora se não tava lá até hoje

Mozar
3 meses atrás

Eu não acho isto serviço escravo….tem muito lugar que o povo estão até passando fome e desempregado….aí as empresas bota as máquinas pra fazer o serviço aí quero ver a justiça dar emprego pra muita família que estão passando fome…..tem nada de serviço escravo aí….e agora vai bota esse povo pra trabalhar onde….

Última edição 3 meses atrás by Mozar
Fica Bolsonaro
3 meses atrás

5 milhões?????

Com esta agora, até eu estava lá na luta…

Eu
3 meses atrás

E povo ja nao gosta de trabalha ai vem esse povo e nao deixa povo trabalhar marmita dele ta melhor do q muitos aqúi tem o que comer ai fica povo pedindo na rua ninguem faz nada Brasil so vale robar e pedir ismola pra isso nao tem lei….

Lidia
3 meses atrás
Resposta para  Eu

Falou tudo e a wd trás eles pq onde eles mora Men trabalho não tem dar emprego comida lugar pra dormir e ainda tá ruim,no período da chuva recebiam pra fiquei quetinhos nós alojamentos ,aí saiam casava brigas com facão foice tudo um bando de briguentos tô falando pq vi várias vezes aqui na cidade onde moro agora eles vam embora com o bolço cheio e acaba com o dinheiro todo e fica sem nada e tbem sem onde trabalhar pq ninguém vai contratar

Chuva demais
3 meses atrás

Parendo uniforme da G5🤔

Fora Bolsonaro
3 meses atrás
Resposta para  Chuva demais

Wd

Só acho
3 meses atrás
Resposta para  Chuva demais

Não é lá não. É outra usina.

Bebê da mamãe
3 meses atrás

Trabalho escravo pra mim é quando a pessoa é levada a força é obrigado a ir quando vai Prq quer ñ é escravidão estão todos lá prq querem

Eduardo.
3 meses atrás
Resposta para  Bebê da mamãe

Mas o que vc acha sobre trabalho escravo, sem nunca ter visto de perto o que é, e nada, para ministério do trabalho é a mesma coisa. Existe uma lei que vc desconhece. Agora se vc é pelego, puxa saco, e pau mandado de capitão do mato que gosta de beber água suja, e gosta de dormir amontoado com um monte de peão, problema seu.

Cidadão Brasilandense
3 meses atrás

BEVAP ??????

Fora Bolsonaro
3 meses atrás
Resposta para  Cidadão Brasilandense

Wd

Só acho
3 meses atrás
Resposta para  Cidadão Brasilandense

Não

INVESTIGEM A BEVAP
3 meses atrás
Resposta para  Cidadão Brasilandense

Por enquanto ainda não é. Mais que tem muitas coisas a serem investigadas pelo MPT-MG, e Auditores do Trabalho junto a USINA BEVAP. Problema que uma meia duzia de Puxa Sacos ficam com medo e acaba coagindo os demais que possivelmente querem denúncia as falhas. EX: Epoca de Plantio os próprios funcionários de CCT vão a campo a mando dos chefes sem nenhum preparo ou devidamente protegidos com E´pis plantarem Cana, Catar Toco e ETC. Porém são coagidos pela empresa se não forem de serem mandados embora e por ai vai. Empresa é Boa gera emprego e renda para Região… Leia mais »

Artigos relacionados

Últimas Notícias