Mulher corta o pênis de ex durante sexo após saber de abuso contra o filho em Minas Gerais

Após o crime, ela procurou a polícia para contar o fato e apresentar o objeto utilizado

O silêncio das ruas de Crucilândia, na região Central de Minas, foi rompido anteontem por uma cena assustadora e dolorosa. De repente, na escuridão da noite, um homem de 32 anos surgiu correndo segurando o pênis, parcialmente cortado e sangrando. Atrás dele, uma mulher de 29 anos, com uma faca na mão, corria tão ou mais desesperada do que o homem, na ânsia de “acabar o serviço” e decepar o membro da vítima por completo. Felizmente, ele conseguiu chegar à polícia, foi levado ao hospital e salvou o “amigo”, que foi costurado. A mulher foi presa.

O caso teria começado por “vingança”. A suspeita contou à polícia que o filho do casal, de 4 anos, teria sofrido abuso praticado pelo pai. Por isso, ela arquitetou o crime e, para atrair o homem, marcou um encontro na casa dele.

Durante o sexo, a mulher pegou uma faca e cortou parte do pênis do homem, momento em que ele correu desesperado e lutou para salvar o órgão. Mas a história não acaba por aqui: a polícia espera o homem receber alta médica para ser ouvido. Um inquérito será aberto para investigar se houve abuso contra o menino, que está com uma tia.

Já a mulher se deu mal duas vezes: ao prendê-la por lesão corporal grave, a polícia constatou que ela tem mandado de prisão por homicídio.

Para a polícia, a mulher contou que tinha um relacionamento conturbado com o ex-companheiro. “O relacionamento teria durado cerca de três anos, e há quatro eles estavam separados. O menino morava com o pai, que mantinha a guarda provisória da criança”, explica o delegado Marcelo Calli.

“Dá para consertar”

Afinal, o que fazer se alguém, por acaso, tiver o pênis cortado? Segundo o urologista Alex Santos, mesmo se o órgão for completamente decepado, o reimplante é possível. “Para o reimplante ter sucesso, o órgão precisa estar bem preservado, guardado, por exemplo, em um recipiente com gelo”, diz ele.

Mas tem uma má notícia: após a cirurgia, a ereção pode ficar comprometida.

FonteO Tempo

4 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
❤🥰❤❤🥰
3 meses atrás

É uma pena que ela não tenha terminado o serviço, ainda é pouco para estrupadores.

Sou eu
3 meses atrás

História mau contada

Sou eu
3 meses atrás

Sou eu história mau contada

Sou eu
3 meses atrás

Sou eu está mulher tá e mentindo no meu ponto de vista

Artigos relacionados

Últimas Notícias