Mulher se passa por policial penal para aplicar golpes do falso consórcio em Brasilândia de Minas

JP Agora entrevistou duas vítimas e a suspeita, que negou as acusações

A história de uma administradora de consórcios que tem tirado o sono de diversos moradores de Brasilândia de Minas virou caso de polícia na tarde de ontem, 08 de junho de 2021. A mulher, segundo relatos levantados pelo JP Agora, pegava dinheiro sob a promessa de fazer consórcios, mas não pagava os contemplados e coagia os participantes dizendo ser policial penal para evitar desistências. O caso foi registrado como estelionato.

A equipe de reportagem do JP Agora soube do caso na semana passada por duas pessoas que resolveram entrar nos consórcios e tentaram receber os valores investidos de volta depois que os relatos de que a mulher não pagava os contemplados começaram vir à tona. Até então, o caso não havia sido levado ao conhecimento da polícia.

Ainda na semana passada, depois de tomar conhecimento das acusações, o JP Agora entrou em contato com a suspeita, identificada como Ellen, e ela negou veementemente que estivesse devendo alguém. Afirmou, ainda, que havia combinado de pagar os dois últimos desistentes dos consórcios no fim de semana próximo. As fontes que contataram o site confirmaram a versão de que ela prometeu realizar o pagamento e, por isso, a redação optou por não noticiar o caso em razão da ausência de indícios de crime.

Publicidade
Supermercado Líder - Corrida Premiada

No entanto, na tarde de ontem, 08 de junho, uma das consorciadas procurou a Polícia Militar para registrar os fatos. A solicitante do registro contou a mesma história que chegou ao conhecimento do JP Agora anteriormente, apontando que a suspeita Ellen pegou dinheiro com várias pessoas para fazer consórcios, não pagou os contemplados e nem quem optou por desistir. O prejuízo da vítima que procurou a PM foi de R$1.200,00 (um mil e duzentos reais). O relato aponta, ainda, que a suspeita tentava coagir os consorciados dizendo que era policial penal.

Foi apurado que Ellen nunca foi policial penal e o caso foi enquadrado como estelionato. A suspeita negou que falava para os outros que era policial penal na entrevista concedida ao JP Agora na semana passada. A ocorrência foi registrada para providências futuras e o caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.

13 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


13 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Dom corleone
5 meses atrás

Vendo Merea turbo, nunca fundiu, só pegar e andar.
Vai q cola neh, em Brasilândia todo mundo cai em golpe mesmo

Dom corleone
5 meses atrás

Pior é falar q é policial penal onde nao tem nenhuma cadeia, povo de Brasilândia é bem besta tbm de cair numa dessa viu…

Oséias
5 meses atrás
Resposta para  Dom corleone

Ela mesmo já me ameaçou foi muitas vezes de vim até minha casa de me matar, é assimela fez com muitas pessoas daqui ela deve muito dinheiro fugiu de madrugada e não pagou ninguem

Osvaldo
5 meses atrás
Resposta para  Dom corleone

Ela não estás a dizer q e polícial penal em brasilandia “óbvio ” brasilandia não tem penitenciária…. ela fala que é polícial penal que atua em outra cidade …. dom corleone

Dom corleone
5 meses atrás
Resposta para  Osvaldo

Essa desculpa não cola, caiu ne dois golpes da mesma pessoa, do consórcio é de acreditar em ser policial penal… um dia vcs aprendem a não se iludirem por qualquer coisa

mariana
3 meses atrás
Resposta para  Osvaldo
Josimar Martins
5 meses atrás
Resposta para  Dom corleone

Ela dava o mesmo golpe aq em Paracatu foi embora corrida

Oséias
5 meses atrás

Eu mesmo fui vítima dela aqui em Paracatu é várias pessoas daqui são vítimas dessa mesma pessoas . Fugiu de paracatu é não pagou ninguém

Josimar Martins
5 meses atrás

Essa mulher deu muito golpe aq em Paracatu se passava por Pricila

Helen
5 meses atrás

Aprendiz do GRAMPAO

paulo fernando
5 meses atrás

Bonitinha mais ordinaria kkkkkkkkkk

mariana
3 meses atrás

eu vi esta menina aqui em Uberaba,mais não deve ser ela.estava no culto

Irônico
5 meses atrás

E as pessoas não perguntavam nome completo e investigava a função e qual a lotação da mesma. Acreditar em coelhinho da páscoa é só p crianças! Kkk

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias