Negociação de veículo e suposto estelionato vira caso de polícia em João Pinheiro

Mulher negociou o pagamento do veículo com um terceiro, supostamente, com o aval do proprietário do carro; no final, o valor pago ao terceiro não foi repassado para o proprietário

A compra e venda de um veículo VW Gol 1.6 ano 2009 virou caso de polícia em João Pinheiro depois que a compradora e o proprietário do carro se disseram vítimas de estelionato. A negociação foi intermediada por um estelionatário, que anunciou o carro no Facebook e conseguiu enganar as duas partes. Entenda, a seguir, como o golpe se desencadeou e evite ser a próxima vítima.

A redação do JP Agora apurou que o primeiro passo do estelionatário foi anunciar o veículo no Facebook. Provavelmente, o criminoso sabia que o carro estava à venda e fez um segundo anúncio, o qual chegou até a pinheirense, que começou a negociação. O estelionatário se identificou pelo nome Paulo Rodrigo e disse que era cunhado do proprietário do veículo. As tratativas avançaram e a mulher combinou de ir até Paracatu para ver o veículo.

Já em Paracatu, a pinheirense se encontrou com o proprietário do veículo. Ao passo em que negociava com a mulher, o criminoso também conversava com o dono do VW Gol. Intermediando o negócio, ele conseguiu convencê-lo de que a pinheirense era sua cliente e que havia arranjado o encontro dos dois.

Publicidade
Jantinha Dom Churrasco João Pinheiro - Jantinha com Churrasco

A mulher teria dito posteriormente, segundo apurado pelo site, que o proprietário confirmou que ela poderia efetuar o pagamento do negócio ao terceiro Paulo Rodrigo porque os dois possuíam uma negociação pendente. Então, proprietário e compradora se dirigiram até uma agência da SICOOB e a mulher transferiu o valor para a conta fornecida pelo terceiro, concretizando o negócio.

Dias depois, o antigo proprietário entrou em contato com a pinheirense afirmando que Paulo Rodrigo havia lhe enviado um comprovante de depósito falso, descobrindo, assim, que havia sido vítima de estelionato. O homem chegou ameaçar a mulher dizendo para que ela devolvesse o veículo. Ambos registraram o caso na polícia e o caso será apurado pela Polícia Civil.

Ao realizar negociações pela internet, certifique-se ao máximo de que está negociando com a pessoa certa. Evite intermediações.

7 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


7 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Paula
5 meses atrás

triste demais

ernesto
5 meses atrás

Mais e aí??? Com quem ficou o carro?

Civil
5 meses atrás
Resposta para  ernesto

O certo e a mulher fica com o carro o dono original deu permissão para a compradora depositar para o terceiro.

Filhos da anarquia
5 meses atrás
Resposta para  ernesto

Si assinou o dut já era .

Paula
5 meses atrás

Cláudio Eterno e Grampao faz isso

Rosimeire da Silva Jacinto
5 meses atrás
Resposta para  Paula

Você tem prova de alguma coisa, calúnia e difamação é crime.

Paula Cristina
5 meses atrás

Pois é todos da cidade fala

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias