Petrobras reajusta diesel em 8,9% com aumento de R$ 0,40 no litro

A Petrobras diz em nota que a alta “segue outros fornecedores de combustíveis no Brasil que já promoveram ajustes nos seus preços de venda acompanhando os preços de mercado”

A Petrobras anunciou na manhã desta segunda-feira (9) que aumentou o preço de venda do diesel para as distribuidoras. O combustível passa a custar R$ 4,91, e não mais R$ 4,51, por litro – reajuste de 8,9% – a partir desta terça-feira (10).

A estatal alegou, em nota, que o preço não era reajustado há 60 dias. Já os valores atuais cobrados pela gasolina e pelo GLP (o gás de cozinha) foram mantidos.

Ainda na nota, a estatal afirmou que, considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel no diesel comercializado, “a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 4,06, em média, para R$ 4,42 a cada litro vendido na bomba”. Com isso, a variação seria de R$ 0,36 por litro.

A Petrobras diz também que a alta “segue outros fornecedores de combustíveis no Brasil que já promoveram ajustes nos seus preços de venda acompanhando os preços de mercado”.

“Desde aquela data, a Petrobras manteve os seus preços de diesel e gasolina inalterados e reduziu os preços de GLP, observando a dinâmica de mercado de cada produto”, afirma.

A empresa justificou a nova alta citando o balanço global impactado de diesel, com uma redução de oferta em relação à demanda e os estoques globais abaixo das mínimas sazonais dos últimos cinco anos nas principais regiões fornecedoras.

“Esse desequilíbrio resultou na elevação dos preços do diesel no mundo inteiro, com a valorização deste combustível muito acima da valorização do petróleo. A diferença entre o preço do diesel e o preço do petróleo nunca esteve tão alta”, diz a nota.

A Petrobras ressaltou que as refinarias da empresa já estão operando próximas ao nível máximo, e que não há mais como aumentar a capacidade interna de refino do petróleo para produção de diesel para atender a demanda no país. Cerca de 30% do total de diesel consumido vem de outras refinadoras e importadoras.

“Isso significa que o equilíbrio de preços com o mercado é condição necessária para o adequado suprimento de toda a demanda, de forma natural, por muitos fornecedores que asseguram o abastecimento adequado”.

FonteO Tempo

4 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
MESTRE DOS MAGOS
13 dias atrás

AI O PRESIDENTE VEM NA CIDADE UMA OTIMA OPORTUNIDADE DE FAZER UM BELO DE UM PROTESTO , MAIS OS TROUXAS ESTAO LA FEITO CACHORRO ABANANDO O RABO PRA GANHAR LITERALMENTE UM OSSO !!!!!!
BANDO DE TROUXA MSM KKKKKKKKKKKKKKKK

Brasileiro Real
13 dias atrás

Esse presidente está querendo o que mesmo mantenha o pretoleo no canbio do dólar e nós usamos o Real e claro que vai aumentar presidente da pra resolver usa essa coneta sua e faz com que o pretoleo produzindo por nós seja vendido em Real e não em dólar resolveria muito!

Última edição 13 dias atrás by Brasileiro Real
Antônio
13 dias atrás

Problema é que o brasileiro não é unido, isso é grave e muita gente levando para o lado político partidário, não é o momento de falar quem votou em quem, faz arminha, culpa do PT ou Bolsonaro, está na hora de unir contra essa empresa Petrobras que não deveria carregar nossa bandeira.

OBSERVADOR
12 dias atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

MITO MITO MITO MITO

Artigos relacionados

Últimas Notícias