Pinheirense perde R$ 15 mil em golpe ao tentar comprar caminhão pela internet em João Pinheiro

A modalidade do golpe tem se tornado cada vez mais frequente na região de João Pinheiro e Brasilândia de Minas

Apesar de ter se tornado presença quase que semanal nos noticiários de todo o Brasil, o golpe do falso vendedor de veículo fez mais uma vítima em João Pinheiro na última sexta-feira (09). Somente na última semana, outras duas pessoas foram vítimas no município e prejuízo total ultrapassa R$50.000,00 (cinquenta mil reais).

A reportagem do JP Agora apurou que o filho da vítima encontrou o caminhão Mercedes 1113 anunciado na internet. Em contato com o suposto proprietário, descobriu que o veículo era de Ribeirão das Neves – MG e que ele estava pedindo R$30.000,00 (trinta mil reais). Então, em contato telefônico, o estelionatário passou todas as informações do caminhão e pediu R$15.000,00 (quinze mil reais) adiantados.

Convencida pela história do larápio, a vítima fez uma transferência bancária de R$15.000,00 (quinze mil reais) para a conta apontada pelo estelionatário, que pertence a Jéssica F Barros, localizada em Cuiabá – MT. Depois que recebeu o dinheiro, o próprio criminoso contou para a mulher que se tratava de um golpe. O caso foi registrado para providências futuras.

Golpe não é novo, mas continua fazendo vítimas em João Pinheiro

A modalidade de estelionato em questão tem se tornado cada vez mais frequente em João Pinheiro. O criminoso aproveita da ingenuidade das vítimas para convencê-las de que é o proprietário do veículo, sempre anunciado pela internet, ou que se trata de um intermediador do negócio. Neste segundo caso, a audácia é ainda maior, já que o larápio entra em contato com o real proprietário e com o possível comprador.

A falsa intermediação do negócio foi aplicada duas vezes na última semana em João Pinheiro. Em ambos os casos, o real proprietário e o comprador do veículo se encontraram pessoalmente, mas, mesmo assim, não desconfiaram da ação do estelionatário e depositaram os valores nas contas indicadas por ele, descobrindo que se tratava de golpe somente depois.

No primeiro caso, uma pinheirense negociou um VW Gol ano 2009 com o estelionatário. Avançadas as conversas, ela se deslocou até Paracatu – MG para se encontrar com o real proprietário do veículo e transferiu o dinheiro para a conta indicada pelo criminoso, que enviou um falso comprovante de depósito para o dono, o qual, por sua vez, descobriu que o dinheiro não havia caído em sua conta dias depois, quando a pinheirense já havia, inclusive, trazido o carro para João Pinheiro.

Dois dias depois que o primeiro caso foi noticiado à polícia, outro pinheirense foi vítima do mesmo golpe e perdeu R$30.000,00 (trinta mil reais). Ele anunciou seu caminhão Ford F4000 no MarketPlace do Facebook por R$51.000,00 (cinquenta e um mil reais). Então, no dia 2 de julho, o estelionatário entrou em contato, disse que compraria o veículo e pediu que o anúncio fosse retirado do ar, sendo este o primeiro passo do estelionato.
Então, o pinheirense, acreditando na conversa do larápio, retirou o anúncio do ar. Na sequência, o criminoso anunciou o veículo também no Market Place por R$30.000,00 (trinta mil reais) e encontrou a segunda vítima, um homem de 59 anos de Araguari/MG, que se interessou no ótimo negócio oferecido pelo estelionatário, que passou a intermediar o negócio.

O criminoso identificou-se como Júlio César e marcou um encontro em João Pinheiro entre o pinheirense e a segunda vítima. Os dois se encontraram, o caminhão foi apresentado e o negócio, então, tinha tudo para ser fechado. O comprador, no entanto, efetuou o pagamento de R$30.000,00 (trinta mil reais) para a conta apontada pelo estelionatário, que, por sua vez, fez um falso depósito para o vendedor.

Ao receber o comprovante do falso depósito, o pinheirense e o comprador reconheceram a firma da transferência de propriedade e, somente depois disso, notou que o depósito não havia caído em sua conta. Neste momento, foi constatado o golpe. Os dois procuraram a polícia e registraram uma ocorrência, mas, a essa altura, o criminoso já havia bloqueado ambos.

O elevado número de estelionatos registrados serve como alerta para a população, já que os criminosos estão cada vez mais espertos, conseguindo ludibriar duas pessoas ao mesmo tempo e sempre com muito valor envolvido. Por isso, redobre a atenção ao negociar qualquer coisa pela internet.

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Tiãozim
10 meses atrás

Como tem gente burra nesse mundo

Moto boy
10 meses atrás

Como que um burro desse deu conta de juntar 15 mil ?depositar dinheiro na conta de um pessoa que nem sabe quem é. Ouuuu João Pinheiro veio . Trem tá fácil mamata de mais kkkk

Artigos relacionados

Últimas Notícias