21.1 C
João Pinheiro
quinta-feira, abril 22, 2021

Polícia encerra aglomeração em rinha de galo e prende 21 homens e 5 mulheres

Havia 40 aves no local, sendo algumas já machucadas pelos combates

A Polícia Militar de Patrocínio e de Guimarânia juntamente com a Polícia Militar de Meio Ambiente levaram para a delegacia nesse sábado (03), 21 homens e 5 mulheres. Os acusados estavam promovendo uma rinha de galo com grande estrutura em meio à mata. Algumas aves já estava bastante debilitadas devido aos combates.

De acordo com informações da Ascom do 46º BPM, por volta de 09 horas, após a Polícia Militar receber denúncias a respeito da ocorrência de um grande evento montando com uma estrutura organizada para a prática de rinha de galo, com participação de várias pessoas, foi realizado um minucioso trabalho de levantamento de informações e planejamento, que culminou com a deflagração de uma operação conjunta entre militares da 10ª Cia Mamb, da Seção de Inteligência/46º BPM, militares da Patrulha Rural da 87ª Cia/46° BPM e do Destacamento de Guimarânia.

Ao realizar a operação, os policiais militares encontraram uma estrutura montada escondida em meio à mata, em uma propriedade rural na região de Puladouro. Durante o cerco à propriedade, foi feita a abordagem, momento em que os militares visualizaram em meio a estrutura, várias pessoas aglomeradas, as quais promoviam rinha de galo.

Os participantes tentaram evadir, ao perceberem a presença policial, mas foram contidos dominados e presos. Durante a vistoria, os militares contabilizaram 40 aves, que estavam sendo utilizados na rinha, sendo que alguns dos galos já estavam debilitados e com diversos ferimentos provocados pelos combates.

Diante das circunstâncias, os militares prenderam em flagrante delito 21 homens, incluindo um garoto de 15 anos, e 05 mulheres, todas maiores, que estavam no local promovendo e participando do evento ilegal. Foram lavrados Autos de Infrações para todos os participantes. As aves foram apreendidas e, após análise de um médico veterinário, foram encaminhadas para o Centro de Ressocialização de Galos de Rinha em Formiga – MG, para serem tratadas e reabilitadas.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Pati
17 dias atrás

Aqui no bairro alvorada na Alfredo Uchôa tem criatorio de galo p briga só a polícia investigar direitino

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias