Publicidade
Só Vem OdontoCompany - 4000 pinheirenses cuidando do sorriso aqui
Publicidade
InícioDestaquePolícia Militar evita feminicídio de mulher grávida na Fruta D'antas, em João...

Polícia Militar evita feminicídio de mulher grávida na Fruta D’antas, em João Pinheiro

A mulher estava sendo agredida pelo próprio marido quando os militares chegaram

Publicado em

Uma moradora do P.A Fruta D’antas viveu momentos de terror nas mãos do marido na noite do último sábado, 09 de julho. Grávida de 4 meses, ela foi agredida com uma arma de fogo e foi salva pela equipe da Polícia Militar, que foi acionada via 190. O homem foi preso.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

A reportagem do JP Agora apurou que a polícia recebeu o chamado urgente via 190 e imediatamente empenhou uma equipe até o local. Por se tratar de zona rural, os militares encontraram certa dificuldade para localizar o sítio onde a violência ocorria.

No local, os policiais encontraram a espingarda calibre .28 e três cartuchos intactos. A vítima contou que o marido estava utilizando a arma para lhe ameaçar e lhe agredir. Ela está grávida de 4 meses, o que torna o caso ainda mais grave.

Publicidade
Banho e tosa para seu Pet - POP Pet Center João Pinheiro

Diante da situação, o homem foi preso em flagrante. A arma e munições foram apreendidas. Antes de prosseguirem até Paracatu, a vítima foi socorrida à UPA de João Pinheiro para receber atendimento médico.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

mais artigos