Policiais comemoram e moradores soltam fogos após morte de Lázaro em Goiás

Moradores da região se concentraram em frente ao centro de operações da polícia e soltaram fogos de artifício, festejando o fim das buscas

Moradores da região se concentraram em frente ao centro de operações montado em Girassol e soltaram fogos de artifício, festejando o fim das buscas por Lázaro. O homem é acusado de matar quatro pessoas da mesma família, no Incra 9, em Ceilândia, e espalhar o terro no DF e Entorno.

“Estamos felizes demais. Eram 20 dias de angústia. Sem dormir. Preocupados. Eles são guerreiros. Merecem todo o nosso apoio pela dedicação. Agora é hora de comemorar”, disse Larissa Alves, 34 anos, moradora da região.

“Gostaríamos que ele fosse pego vivo. Ele precisava esclarecer os outros crimes. De qualquer forma, estamos aliviados. Esperávamos que fosse capturado o mais rápido possível. Estávamos acusados. Agora teve desfecho”, Cristiane Soares, 39, comerciante da região.

Publicidade
Farmacia Pinheirense 970x250 1

Diversos vídeos que circulam nas redes sociais mostram o momento em que Lázaro Barbosa, 32 anos, é socorrido por policiais, após uma intensa troca de tiros com homens das forças de segurança, nesta segunda-feira (28/6).

Nas imagens, o maníaco é retirado de uma viatura da Polícia Militar e colocado em uma ambulância do Corpo de Bombeiros. Com diversas perfurações pelo corpo, Lázaro foi levado para o Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas (GO), onde teria chegado já sem vida. Em outro vídeo é possível ver o exato momento em que Lázaro chega à unidade de saúde.

O corpo de Lázaro será levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Goiás, onde passará por necropsia. Não há informações quanto ao horário do procedimento.

Policiais de diversas forças de segurança, que fizeram parte da caçada que teve duração de 20 dias, comemoram a prisão e morte do maníaco, que matou quatro famílias no Incra 9, em Ceilândia, e espalhou terror nas zonas rurais do DF e de Goiás.

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer teria sido preso. Instantes depois, agentes que trabalham na captura confirmaram que ele estaria morto.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias