Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioDestaquePoliciais salvam a vida de golpista ao impedir que tomasse "chumbinho" na...

Policiais salvam a vida de golpista ao impedir que tomasse “chumbinho” na hora da prisão

Ele seria preso por estelionato quando acabou salvo pelos policiais

Publicado em

Um homem de 37 anos por pouco não tirou a própria vida junto aos filhos nesta quarta-feira (24) em Ibiá, Minas Gerais. Os policiais derrubaram a porta do banheiro e o impediram de tomar veneno. Ele seria preso por estelionato quando acabou salvo pelos policiais.

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

O caso aconteceu nesta manhã de quarta-feira, 24 de agosto. De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito de 37 anos, foi identificado como autor de crimes de estelionato, praticados por ele e a esposa de 29 anos, na cidade de Ibiá, em Minas Gerais. Policiais Civis então diligenciaram até a residência do referido casal, com o objetivo de averiguar melhor os fatos.

Assim que chegaram à residência dos estelionatários, os Investigadores receberam a informação de que o acusado estava prestes a cometer suicídio na frente de seus filhos menores, pois preferia retirar a própria vida do que ser preso. Para evitar que ocorresse o pior, os investigadores adentraram o imóvel e se depararam com duas crianças na sala e o acusado trancado no banheiro.

Publicidade
Banho e tosa para seu Pet - POP Pet Center João Pinheiro

Para salvar a vida dele, os policiais arrombaram a porta do banheiro, momento em que o surpreenderam ingerindo um copo cheio de veneno conhecido por “chumbinho”. De imediato, os Policiais Civis impediram que ele tomasse todo o veneno e o socorreram até a Santa Casa de Ibiá, onde foram realizados os devidos procedimentos médicos.

Graças à pronta intervenção dos Investigadores da Polícia Civil, o investigado sobreviveu e se encontra fora de perigo. Polícia Civil apurou que o casal, mediante fraude, enganou a vítima de 57 anos e realizou, pelo menos, três empréstimos em nome dela, causando um prejuízo de mais de R$30.000,00. Como não estavam mais em situação de flagrante, os acusados foram ouvidos e deverão responder por estelionato em liberdade.

Publicidade

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

mais artigos