Publicidade
Atendimento emergencial OdontoCompany João Pinheiro
Publicidade
InícioBrasilProjeto de lei quer endurecer punição a maus-tratos de cavalos

Projeto de lei quer endurecer punição a maus-tratos de cavalos

Deputado Fred Costa (Patriota) quer enquadrar violência a cavalos às mesmas penas previstas a crimes contra cachorros e gatos

Publicado em

O deputado federal Fred Costa (Patriota) se movimenta para que maus-tratos a cavalos sejam enquadrados na Lei 14.064/20, conhecida como Lei Sansão, de sua autoria, que aumentou a pena para atos de crueldade contra cães e gatos. Sancionada em 2020, a lei é considerada um marco na proteção dos direitos dos animais ao estabelecer que o crime seja punido com prisão de dois a cinco anos, além de multa e proibição da guarda.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

Agora, Costa quer que as mesmas penalidades sejam aplicadas a autores de violência a cavalos alterando a legislação atual que prevê detenção de três meses a um ano e multa para esse tipo de crime.

Em defesa dos equinos, Costa argumenta, especialmente, em prol de animais usados como tração veicular em carroças. “Infelizmente, tem sido recorrente nos depararmos com cavalos em situação de maus-tratos, sobretudo, aqueles escravizados nas carroças. Destaco ainda que, muitas vezes, eles têm a visão esquerda prejudicada de forma violenta propositalmente por carcereiros para que eles se tornem deficnetes visuais e não tomem susto com o tráfego de carros. Além disso, é comum a falta de água e comida para esses animais”, diz o deputado.

Publicidade
Pop Pet Center em João Pinheiro

“Agora, com a apresentação deste projeto de lei (PL), vamos ampliar o escopo: quem maltratar cavalos também irá para a cadeia. Assim, nosso objetivo aqui é garantir que a prática de abuso, maus-tratos, ferimento ou mutilação a cavalos também seja punida”, defende.

Espancamento com chicotes e varas, excesso de carga, percurso de longas distâncias sem descanso ou água, animais trabalhando doentes e feridos, fêmeas trabalhando durante gestação, falta de abrigo e abandono de animais quando estão idosos ou exaustos são os principais motivos apontados para incluir cavalos na lei de proteção animal.

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

Atualmente, a alteração proposta pelo deputado é analisada nas comissões do Congresso Nacional para, posteriormente, ser colocada em pauta e votada em primeiro turno. Para mobilizar a sociedade, o deputado recolhe assinaturas no abaixo-assinado nomeado de “#PeloFimDasCarroças #CavaloNãoÉEscravo”, que até o momento, já reúne cerca de 15 mil adesões.

“Nesse sentido, é fundamental o abaixo-assinado porque é uma forma de pressão por meio de redes sociais para conseguir colocar essas pautas, que não são de maioria já que se trata daqueles que não tem voz, em debate na sociedade, já que são seres com sentimentos”, defende.

Publicidade

A criação da Lei Sansão foi motivada pela morte de uma cadela de espancada e envenenada pelo segurança de um supermercado, na porta do estabelecimento situado em Osasco (SP) em 2020. Um outro caso de violência, a morte de um cão da raça pitbull conhecido como Sansão, em Confins, Região Metropolitana de Belo Horizonte, após ter sido brutalmente agredido, serviu de inspiração para o nome como a lei ficou conhecida. Após os episódios de violência, Costa reuniu mais 1 milhão de assinaturas em um abaixo-assinado que pressionava a aprovação da nova lei.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Alzira
5 meses atrás

Isso mesmo….cana neles…..ver o sol nascer quadrado.
Amo os animais….já o ser humano…..amo as criancinhas, os autistas, …são autênticos…verdadeiros, não são ardilosos.

Última edição 5 meses atrás by Alzira

mais artigos