Receita detecta que 2 empresas de João Pinheiro deixaram de pagar mais de R$90 mil em impostos

Operação da Malha Fiscal da Pessoa Jurídica encontrou inconsistências em declarações de IRPJ/CSLL

Nas regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e parte do Noroeste de Minas, 166 empresas receberão comunicações para regularização espontânea das divergências identificadas na Declaração do Imposto Sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) – Lucro Presumido do ano-calendário 2018. De João Pinheiro, são 2 empresas que deverão regularizar a situação.

A operação da Receita Federal para verificar as irregularidades deverá encaminhar comunicações a 16.135 contribuintes de todo o Brasil. Na jurisdição da Receita Federal em Uberlândia, 166 empresas receberão aviso de autorregularização. O total de indício de insuficiência verificado nesta fase da operação, apenas para o ano-calendário de 2018, é de aproximadamente R$ 2,5 bilhões, para todo o país. Na região da Delegacia da Receita Federal em Uberlândia, a estimativa é de R$ 14.872.455,41.

A operação faz parte do trabalho de Malha Fiscal da Pessoa Jurídica, que realiza análise de dados e cruzamento de informações prestadas pela própria pessoa jurídica e por terceiros, objetivando a regularização espontânea das divergências identificadas.

Publicidade
Colégio Darcília Coímbra João Pinheiro - Matrículas Abertas

A partir do cruzamento de informações, foi identificada insuficiência de declaração e recolhimento no ano-calendário 2018 e enviados avisos de autorregularização por via postal e por meio de mensagem na caixa postal no e-CAC (centro de atendimento virtual) da Receita Federal com prazo até 13/12/2021, após o qual será realizada nova verificação nas declarações.

Na etapa seguinte, os contribuintes que não se regularizarem estarão sujeitos ao lançamento de ofício. Segue, abaixo, o detalhamento dos valores devidos apurados nesta operação por unidade da região de Uberlândia/MG:

8 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


8 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Resolve
1 mês atrás

Mais nu fala nem quem são kkkkkkkkkkk qui meda kkkkkk

Alexandre Leles Ferreira
1 mês atrás

Vc vendo este valor de João Pinheiro e Patos que tem 16 empresas e o valor de mais de 1 milhão e Patrocínio 6 empresas e 1,5 milhões pensa o que poderiam fazer com estes valores.

O Brasil tá lascado
1 mês atrás

Garanto que é eleitor de Bolsonaro e ainda paga mal os funcionários… Sempre são.

Enquete
1 mês atrás
Resposta para  O Brasil tá lascado

Ctz que é! Pq os eleitores da esquerda não gostam nem de trabalhar para os outros, quem dirá abrir empresa!

Palpiteiro
1 mês atrás
Resposta para  O Brasil tá lascado

Os eleitores do pt pagam tudo certinho pra poder ver seu político de estimação reformando sítio e comprando triplex

Fiona
1 mês atrás
Resposta para  O Brasil tá lascado

Tá lascado mesmo, com pessoas como você kkkkk

Alexandre Leles Ferreira
1 mês atrás
Resposta para  O Brasil tá lascado

Se o PT devolvesse o que roubou, com certeza aos empresas não estaria devendo tanto assim.

Aureliano
1 mês atrás
Resposta para  O Brasil tá lascado

Certeza é eleitor do bolsobosta

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias