InícioCidadeSaldo de empregos fica no negativo pelo segundo mês consecutivo em João...

Saldo de empregos fica no negativo pelo segundo mês consecutivo em João Pinheiro

Último registro positivo foi em setembro

Publicado em

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED de novembro foram divulgados e apontam que a cidade de João Pinheiro apresentou saldo negativo de empregos pelo segundo mês consecutivo. Confira detalhes a seguir.

O maior município de Minas Gerais em extensão territorial passou seis meses registrando saldo positivo, de abril a setembro. Em outubro, o registro foi para o negativo e permaneceu ali em novembro, conforme os dados atualizados do CAGED divulgados nesta quarta-feira, 28 de dezembro.

Em abril, a cidade de João Pinheiro começou a registrar saldo positivo impulsionada por uma onda de criação de empregos que atingiu todo o país. Naquele mês, foram mais de 196 mil novos registros formais em todo o Brasil. Em maio, junho e julho não foi diferente. Seguindo a proporção nacional, João Pinheiro seguiu registrando saldo positivo. Em todos os meses, o setor agropecuário foi o responsável pela maioria das novas contratações.

Agosto não foi diferente e o agro liderou as admissões e demissões. Somadas todas as admissões e desligamentos e subtraindo-se os totais, tem-se o saldo positivo de 13 novos empregos formais em João Pinheiro naquele mês. Em setembro o saldo também foi positivo, mas foi baixo com relação aos outros meses, apenas 2, o que demonstrava iniciativa de queda, que de fato veio a acontecer em outubro.

Setor da indústria, agro e serviços puxaram o saldo negativo, mas também foram os que mais admitiram

Os dados do CAGED mostram que, aqueles setores que mais apresentaram desligamentos foram o agro, com 246, seguido da indústria com 121 e, em terceiro, o setor de serviços, que desligou 97 empregos formais.

Em contrapartida, os mesmos setores que apresentaram o maior índice de desligamentos também foram os responsáveis pelo maior índice de admissões. Sozinho, o setor agropecuário promoveu 261 novos registros formais, seguido do setor de serviços com 104 e, em terceiro, o setor de indústria, com 88.

Assim, somados todas as admissões e desligamentos e subtraindo-se os totais, tem-se o saldo negativo de -22 empregos formais em João Pinheiro no mês de novembro. Com a queda do saldo, o estoque de empregos foi a 13.816 no maior município de Minas Gerais em extensão territorial.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

mais artigos