InícioCidadeShow de incompetência da Cemig ganha novo capítulo em João Pinheiro

Show de incompetência da Cemig ganha novo capítulo em João Pinheiro

Município tem sido bastante afetado pela falta constante de energia

Publicado em

A CEMIG tem dado um show de incompetência quando se trata da qualidade do serviço de fornecimento de energia na cidade de João Pinheiro. Além da falta recorrente de energia nos bairros Santa Cruz, Novo Esplanada, Aeroporto, Pôr do Sol e Alice Maria, os produtores rurais também têm sofrido a cada dia com a energia insuficiente.

A cidade cresceu, novos bairros foram criados e novas propriedades adquiridas, com novos plantios das mais diversas culturas, porém a CEMIG negligenciou o crescimento de João Pinheiro há anos e agora a população paga o preço.

No bairro Aeroporto e Santa Cruz, por exemplo, diversos comerciantes têm sofrido com a falta recorrente da energia elétrica, o que causa os mais variados prejuízos. Moradores também reclamam de eletrodomésticos queimados pela energia insuficiente. Diversas reclamações são feitas a CEMIG, que nem sequer apresenta resposta satisfatória sobre o que poderia ter provocado a falha do fornecimento, tampouco o motivo da energia insuficiente.

Nesta quinta-feira, moradores dos bairros acima mencionados sofreram, por duas vezes nesta manhã, uma interrupção no serviço de fornecimento de energia, uma às 08 da manhã e outra às 11:48, já o centro da cidade sofreu com a falta de energia por volta das 13:30h e a resposta da empresa, quando chega, é sempre a mesma: manutenção emergencial não programada. A dúvida que fica aos consumidores é: “será que é mesmo isso?”

Ao ligar no 116, os consumidores pinheirenses confirmam o show de horrores da CEMIG, que  apresenta respostas insuficientes às demandas e nem sequer apresenta previsão sobre o retorno da energia.

A situação é ainda pior para os produtores rurais. Estes acumulam prejuízos e já ficaram até 7 dias sem energia por pura incompetência e negligência da empresa. Na zona rural de João Pinheiro produtores tiveram que dar de beber ao gado com caminhão pipa porque faltou energia por 7 dias, a qual é fundamental para ligar a bomba d’água para abastecer as caixas.

Outras pessoas tiveram enormes prejuízos com plantações pois não conseguiram ligar os pivôs para a irrigação, fora os produtores de leite que necessitam da energia para a refrigeração do produto. A resposta é sempre a mesma: manutenção emergencial da rede. O que causa a revolta tanto dos produtores quanto dos consumidores na cidade.

Negligência não apenas por parte da CEMIG

A CEMIG não pode ser considerada a única culpada pela falha do fornecimento de energia. Gestores e políticos que vêm a João Pinheiro para angariar votos também possuem sua parcela de culpa.

Diversas vezes, a demanda da falta de energia foi levada ao conhecimento da classe política, porém nenhuma ação eficiente, que resolva o problema a curto prazo, foi proposta. Enquanto isso, os consumidores seguem no prejuízo.

Uma assembléia chegou a ser realizada, cobrando uma resposta da CEMIG, mas a obra de ampliação da subestação existente está prevista ainda para o ano que vem, e a construção de uma nova subestação deve acontecer só em 2025.

Cemig culpa chuva pela falha de hoje (21)

Em nota enviada à reportagem do JP Agora, a Cemig revelou que a falta de energia registrada hoje (21) teria acontecido por conta da chuva. A justificativa, no entanto, não convence, já que as falhas vem sendo registradas constantemente. Além disso, a precipitação de chuvas pode ser prevista pela empresa, o que torna ainda mais insuficiente a desculpa da empresa.

Confira a nota a seguir:

A Cemig informa que a chuva, acompanhada de fortes ventos, registrada hoje (21) em João Pinheiro, causou danos à rede elétrica, com quebra de postes e objetos e galhos de árvore lançados sobre a fiação, e prejudicou o fornecimento em parte da área urbana e rural do município. As equipes da Cemig já normalizaram parte do fornecimento e seguem atuando para restabelecer o atendimento à totalidade dos clientes o mais breve possível. A Cemig disponibiliza aos seus clientes diversos canais de atendimento para solicitação de serviços, como o aplicativo Cemig Atende, a Agência Virtual no site da empresa – www.cemig.com.br, alem de outras possibilidades como no aplicativo WhatsApp pelo número 31 3506-1160.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


10 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Tonny moto taxi
3 meses atrás

Parabéns pela matéria

Ana
3 meses atrás

Em Cana brava, não está diferente, desde sexta estamos com o problema de energia.

Albernaz
3 meses atrás

Acho que essa reportagem foi irresponsável! Não citou a falta de controle da prefeitura na liberação de loteamento e o controle da energia gerada que é controlada pela ANEEL por meio da ONS. Certamente esse jornal vai tomar um processo.

Adolfo Maia das Flores
3 meses atrás
Resposta para  Albernaz

Sem dúvidas temos que ir a fundo para que possamos saber realmente o que está acontecendo e a melhor maneira é a população cobrar respostas de nossos representantes na câmara. E também, sugiro cada cidadão que foi prejudicado pela tal instabilidade de energia, procure seus direitos.

Emerson
3 meses atrás
Resposta para  Albernaz

CEMIG é omissa sim e a matéria expoe a falta de informação da cemig com os usuários além de deixar os produtores na mão, voce que nao intendeu isso.

Claudio Pereira
3 meses atrás
Resposta para  Albernaz

Fato e que a cidade cresceu e a cemig não acompanhou o rítimo, o tamanho que é a cidade e tem so uma subestação, não é compreensível

GALO DOIDO
3 meses atrás

tao nen ai com a gente

Filhos da Anarquia
3 meses atrás

Na chuva vai ser pior, ou com esses pivôs desligado melhora .

Gratidão
3 meses atrás

Na Rural Minas está horrível tbm, está dando pique de energia todo dia após as 18 hrs. Já ouvi relatos de queda de energia até 8 vezes na noite, alguns aparelhos domésticos já estão começando a dar defeitos. Pois nos dias mais quentes a energia cai de 30 em 30 minutos 🤦‍♀️ durante a noite

Jp
3 meses atrás

E a maioria do gado é contra a privatização simplesmente por interesse próprio.