InícioCidadeTJMG julga recurso de empresário pinheirense condenado por sequestro e roubo contra...

TJMG julga recurso de empresário pinheirense condenado por sequestro e roubo contra a ex em João Pinheiro

Julgamento culminou na absolvição do empresário em dois crimes, diminuindo parte da pena aplicada

Publicado em

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais julgou o recurso interposto pelo empresário pinheirense condenado por sequestro e roubo contra a ex em João Pinheiro. Com isso, parte da pena imposta ao réu será decotada porque os desembargadores o absolveram da prática de dois delitos. Entenda.

Conforme noticiado pelo JP Agora à época do julgamento da justiça pinheirense, Deuler Gaspar foi condenado a 12 anos com regime inicial fechado. Ele, então, recorreu ao TJMG e conseguiu a absolvição nos crimes de disparo de arma de fogo e posse ilegal de munição de uso permitido.

Conforme acórdão a que o JP Agora teve acesso, o crime de disparo de arma de fogo foi absolvido porque Deuler teria atirado para consumar outro crime, enquanto que o crime de posse ilegal de munições foi absolvido porque não restou comprovada a autoria delitiva, já que várias pessoas tinham acesso ao local onde as munições foram apreendidas.

Do julgamento ainda cabe recurso. Prevalecendo a decisão, o processo deve retornar à justiça de João Pinheiro para que ocorra o decote das penas dos crimes a que Deuler foi absolvido.

Relembre o caso

O empresário Deuler Gaspar da Silva não se conformava com o fim do seu matrimônio com sua ex-esposa e, por isso, no dia 28 de dezembro de 2020, a abordou na antiga residência do casal e a obrigou, mediante graves ameaças, a entregar seus dois aparelhos celulares. Depois que leu algumas mensagens, Deuler a obrigou a entrar em sua caminhonete e os dois pegaram a BR-040 sentido Brasília.

Após a instrução do processo, o juiz entendeu que restou provado que, naquele dia, Deuler Gaspar cometeu o crime de sequestro e cárcere privado contra a ex, já que a obrigou, mediante ameaças de morte inclusive com uma arma de fogo, a ficar no interior do veículo durante toda a viagem. Ainda naquele dia, Deuler parou o veículo próximo a Paracatu, desembarcou e efetuou um disparo de arma de fogo contra um dos celulares. Depois, o empresário retornou a João Pinheiro e liberou a mulher, que procurou a polícia imediatamente.

Os dois aparelhos celulares da vítima ficaram com o empresário e, por isso, o magistrado reconheceu que o crime de roubo também restou configurado naquele fatídico 28 de dezembro de 2020. Deuler chegou a ser preso preventivamente naquela época, ocasião em que a justiça fixou medidas protetivas em favor da mulher.

Atualmente, Deuler está preso provisoriamente no presídio local. Ele seguirá recolhido até segunda ordem.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Shanaia
11 meses atrás

Gente que absurdo, coitada da mulher eu acho que a conheço e é muito linda, se for a que tô pensando eles tem filhos juntos, esse meninos dos Gaspar são todo parecidos não sei quem é quem exceto a menina.

Alceni Maria
11 meses atrás

Nunca faria mal a ela por ser a mãe dos filhos dele. E pelo coração generoso. é um cara trabalhador desde criança , mesmo porque o que não falta é mulheres no mundo . Grande pai. Jamais faria algo que prejudicasse seus filhos .

Cara cara
11 meses atrás

Só basta ter pouco de grana que em jp não fica preso

Joãozinho
11 meses atrás

Na raiva que essa cara deve estar, assim que ele sair, ele vai lá e acaba o serviço que começou e não conseguiu terminar contra ela… Essa mulher vai ter que se esconder em outro país se quiser viver muito tempo!!kkkk