Vítima reage a assalto e bandido acaba morto após luta corporal em Vazamor, Distrito de Vazante

O autor entrou na mercearia, fechou as portas e, armado, anunciou o assalto

Um indivíduo de 21 anos acabou morto depois de tentar assaltar uma mercearia no Distrito de Vazamor, que pertence ao Município de Vazante – MG. Testemunhas disseram que o meliante chegou ao local em uma motocicleta, entrou no estabelecimento sem tirar o capacete, fechou as portas e anunciou o assalto, quando, num dado momento, uma das vítimas reagiu, entrou em luta corporal com o assaltante e conseguiu alvejá-lo. O autor morreu. A vítima que reagiu e outra que estava no local também foram atingidas por disparos.

Um homem que trabalha próximo ao local dos fatos presenciou o momento em que o indivíduo chegou ao local em uma motocicleta, entrou na mercearia de capacete e fechou as portas. Ele desconfiou que pudesse se tratar de um assalto e acionou a Polícia Militar. Quando os militares chegaram, as portas ainda estavam fechadas.

As vítimas que estavam no estabelecimento confirmaram que o autor entrou no local de capacete, fechou as portas e, armado, anunciou o assalto. Depois de pegar o dinheiro dos caixas e das pessoas que estavam no local, o homem exigiu as imagens do circuito interno. As vítimas o informaram, então, que as filmagens ficavam em um quarto na residência anexa à mercearia.

O bandido seguiu para o local indicado, acompanhado de uma das vítimas. Depois de pegar o HD das filmagens, quando estavam saindo do quarto, a vítima iniciou uma luta corporal com o assaltante. Três tiros foram disparados durante a luta; um deles acertou a mão da vítima, outro o abdômen do assaltante e o último passou de raspão na barriga de outra vítima.

Os militares levantaram que o autor se tratava de Willian José de Oliveira, de 21 anos. Ele havia roubado a motocicleta que utilizou no roubo um dia antes (23) em Presidente Olegário. Willian morreu no local. As vítimas foram socorridas até o hospital mais próximo por uma ambulância.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

Últimas Notícias