Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioDestaqueBebê de 9 meses morre carbonizada em Pirapora; mãe foi encontrada bebendo...

Bebê de 9 meses morre carbonizada em Pirapora; mãe foi encontrada bebendo em bar e presa por abandono de incapaz

Segundo a polícia, a criança estava sozinha no imóvel com um irmão de 3 anos; a mãe foi encontrada em um bar da região

Publicado em

Um bebê de 9 meses de vida morreu carbonizado após a casa onde morava pegar fogo em Pirapora, a 198 KM de João Pinheiro, na noite de terça-feira (06). A bebê Thaylla Sophia teria sido deixada em casa com um irmão de 3 anos. A mãe das crianças, de 23 anos, foi encontrada bebendo em um bar.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

Os moradores contaram que o menino de 3 anos conseguiu sair da casa quando o fogo começou. Os vizinhos teriam tentado apagar as chamas antes que os bombeiros chegassem e disseram não ter ouvido o bebê chorar. Thaylla Sophia foi encontrada nos escombros do teto que havia desabado com as chamas.

A suspeita é que o fogo tenha começado com uma vela, uma vez que o bairro estava sem luz naquela noite.

Publicidade
Nossa equipe está pronta para te atender - POP Pet Center João Pinheiro

A Polícia Militar fez buscas e parentes tentaram localizar a mãe das crianças, que foi encontrada uma hora depois, em um bar próximo ao local. Segundo os militares, ela apresentava sinais de embriaguez e tentou entrar no imóvel. A mulher teria insultado os policiais e precisou ser contida e levada para a delegacia.

Essa não teria sido a primeira vez que a mãe deixou as crianças sozinha. A família vinha sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar e, há três meses, as crianças estavam sendo cuidadas pela avó materna. A avó teria conseguido um emprego e, em função disto, deixou as crianças com a filha na terça-feira (06).

Publicidade

A Polícia Civil vai abrir inquérito para investigar o caso e informou que a mãe foi presa em flagrante por “crime de abandono de incapaz com resultado morte”. O corpo de Thaylla Sophia foi liberado do IML nesta quarta-feira (07)

FonteR7

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Mãe de menino
18 dias atrás

Monstra é essa mulher que não pode ser chamada de mãe, uma EGOÍSTA que não conseguiu sossegar o facho só um dia pra exercer a principal função dela. Ordinária, pra que colocar no mundo essas vidas pra sofrer ? Bicha escrota. Eu sou mãe e sei que tem que abdicar muito dos nossos prazeres, mas se tratando de uma vida não dá pra ser negligente. Espero que apodreça na cadeia pra nunca mais trazer gente pra sofrer.

Stefane
17 dias atrás

Que notícia triste. Que história lamentável. Mas enquanto li a notíacia fiquei me perguntando: por que não citam o pai da criança? Ele é vivo? Se sim, por que ele também não foi preso? Onde ele estava? Se ele estivesse cumprindo o DEVER dele de pai, essas crianças teriam que passar por uma situação terrível como essa? Esta reportagem é o retrato dessa sociedade machista que vivemos: mães e avós são sempre as ÚNICAS responsáveis pelo que acontece com as crianças. Homens sempre saem ilesos. Tão ilesos que nem sabemos o seu paredeiro pela reportagem. Vergonhoso!

Publicidade

mais artigos