Morre a primeira criança por Covid-19 em Belo Horizonte

Até então, a vítima mais nova da enfermidade na capital tinha entre 10 e 14 anos

Belo Horizonte confirmou nesta terça-feira (2) a primeira morte por Covid-19 em uma criança com menos de 4 anos. Até então, a vítima mais nova da enfermidade na capital tinha entre 10 e 14 anos.

A informação consta no boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), mas, procurada pela reportagem do Jornal O Tempo, a pasta não informou a idade, o sexo e nem se a criança possuía alguma outra patologia que possa ter agravado o novo coronavírus. Além disso, também não foi divulgado em qual região a criança morava.

Até hoje, BH contabiliza 2.282 vidas perdidas para a enfermidade. Deste total, 47 pessoas tinham entre 20 e 39 anos e 331 entre 40 e 49 anos. Os idosos, com mais de 60 anos, representam 83,34% de todos os óbitos e são 1.902 mortes.

Publicidade
Dom Churrasco em João Pinheiro - Barca de Churrasco e Jantinha

Em Minas, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 11 menores de um ano já faleceram em decorrência do novo coronavírus e outros 12 que tinham idades entre 1 e 9 anos. Desde o início da pandemia, em março do ano passado, outros 15 adolescentes, com até 19 anos, também morreram infectados pela síndrome gripal. O Estado soma 15.126 pela Covid.

Volta às aulas

Por terem menos chances de contágio e também de evoluírem para casos graves do novo coronavírus, a Prefeitura de BH confirmou, na segunda-feira (1º), que a educação infantil será a primeira a retornar presencialmente para as escolas e creches da cidade. A previsão é de que a volta às aulas presenciais ocorra após o dia 1º de março para os alunos de 0 a 5 anos.

A segunda fase contemplará os alunos de 6 a 8 anos e a terceira fase os estudantes de 9 a 14 anos. Desde março do ano passado, todos os alunos estão longe das escolas por causa da pandemia. Na segunda-feira, as aulas em BH foram retomadas, mas de forma remota.

FonteO Tempo

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
ernesto
11 meses atrás

Tem muitos pais querendo q as aulas volte pq não aguenta mais os filhos dentro d casa. Escuto todo dia a mesma coisa. E ainda tem uns hipócritas q se o filho pegar a doença vai ficar bravo é com a administração.

Renata Giordania costa
11 meses atrás

Misericórdia, as aulas vão começar com a doença no auge. Esses representantes não têm compromisso com a população.

Artigos relacionados

Últimas Notícias