Publicidade
Atendimento emergencial OdontoCompany João Pinheiro
Publicidade
InícioCidadeCabo Vieira protocola na ANP pedido para fiscalização nos postos de combustíveis...

Cabo Vieira protocola na ANP pedido para fiscalização nos postos de combustíveis da cidade de João Pinheiro

Através de ofício entregue ontem, o vereador solicita providências da Agência Nacional do Petróleo

Publicado em

A questão do preço dos combustíveis encontrados na cidade de João Pinheiro continua tirando o sono de vários consumidores. Após diversas reduções, o que se vê é que os empresários não diminuíram os valores nas bombas como ocorreu em cidades vizinhas. O vereador Cabo Vieira segue empenhado para resolver a situação.

Publicidade
Sicredi - Unidade inaugurada em João Pinheiro

Há duas semanas, o site JP Agora divulgou uma reportagem falando do preço da gasolina, na qual o vereador Cabo Vieira clamou aos pinheirenses que começassem a exigir os cupons fiscais como forma de coibir abusos por parte dos postos.

Coincidência ou não, após a veiculação da notícia, a primeira redução real do preço da gasolina foi repassada às bombas dos postos do perímetro urbano da cidade de João Pinheiro. Contudo, a redução foi insuficiente, já que, dias antes, a Petrobrás já havia anunciado outra redução. Mais uma vez, a população se revoltou, principalmente nas redes sociais do JP Agora.

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

Agência Nacional do Petróleo ciente do caso de João Pinheiro

Na manhã da última quarta-feira, 03 de agosto, o vereador Cabo Vieira tomou mais uma atitude em prol dos interesses dos pinheirenses. O edil se dirigiu até Brasília e protocolou, pessoalmente, um ofício na sede da Agência Nacional do Petróleo (ANP) solicitando uma fiscalização pesada nos postos de combustíveis de João Pinheiro.

O ofício 037/2022 foi dirigido ao diretor geral da ANP e, já no primeiro parágrafo, cita a paridade de preços praticados nos postos, o que, segundo o vereador, pode indicar que haja combina de preços.

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

“O nosso município, é o maior em extensão territorial do estado de Minas Gerais, com uma área de 10,73 km², ocupando um território quase duas vezes maior que do Distrito Federal, com população superior à 50 Mil habitantes, sendo que nossa rede de Postos de Combustível em tese tem praticado preços muito semelhantes, sugerindo a prática de combina de preços.”

Na sequência, Cabo Vieira cita a redução dos impostos que não foi repassada ao consumidor final.

Publicidade

“Além disso, com a redução dos impostos nas esferas Federal e Estadual, ainda não sentimos esse impacto no consumidor final aqui em nossas bombas. Nas Matérias divulgadas nos veículos de impressa locais, denunciamos os fatos acima, bem como a suspeita em alguns postos, de combustíveis em péssima qualidade sendo vendidos, motivo pelo qual se faz necessária uma fiscalização mais intensa nas empresas desse setor em nossa cidade.”

Em breve entrevista concedida ao JP Agora, Cabo Vieira citou a importância da união entre imprensa e população na cobrança dos direitos.

Publicidade

“Os preços praticados ainda são altos e diversas são as denúncias de combustível adulterado. Essa cobrança intensa não vai parar. Então isso é o início de um trabalho em equipe, imprensa e população de bem, que está reivindicando seus direitos” ressaltou Cabo Vieira.

O JP Agora reforça seu compromisso com a população de João Pinheiro e se coloca à disposição para continuar atuando na cobrança deste direito e qualquer outro que porventura seja violado.

Publicidade

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
10 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Manoel Neto
3 meses atrás

Aí sim pelo menos uma autoridade correndo atrás e ajudando a população contra estes postos de combustível

Tudo ladrão
3 meses atrás

Está havendo abuso nos preços e na qualidade do combustível

Publicidade
Falar adianta!
3 meses atrás

Estive em outra cidade abasteci, ao trafegar pelo mesmo trecho, no mesmo sentido, percebi que o carro abaixou a média de consumo, o que me causou muita intriga, pois o veículo rendeu cerca de 4,5 km/p litro a mais com o combustível da outra cidade. Gasolina de João Pinheiro é batizada!

Anônimo
3 meses atrás
Resposta para  Falar adianta!

Esses posto sem bandeiras de joão pinheiro complicado demais

?
3 meses atrás

E aí Edinho, criou o procon da prefeitura para que? Tem fiscal recebendo 4.0000 sem fiscalizar. É preciso também averiguar os preços praticados pelos vendedores de gás de cozinha. Até quando?????

Publicidade
Pedro
3 meses atrás

Mais um aproveitador querendo votos. Primeiro q. os preços são livres. O dono vende do preço que quiser. Os clientes tbem compram se quiserem. Pelo q. sei estamos numa democracia de livre mercado. Isso que ele quer tem na Argentina, Cuba, Rússia. Os preços são parecidos com a região. Aqui em Patos são os mesmo preços de JP. Estive aí no domingo e não vi essa diferença.

Só observando
3 meses atrás

Tem posto aí que gente abastece, logo em seguida o carro começa a engasgar, a pilantragem tá rolando solta aqui em Jp. Se anuncia aumento da gasolina pela manhã, hora do almoço já tá tudo com preços novos, se anuncia redução nos preços do combustível leva até 15 dias pra abaixar nas bombas, mesmo abaixando não corresponde ao que foi anunciado, e o mais interessante, são pelo menos 12 postos de combustível dentro da cidade, quando mudam os preços, são todos ao mesmo tempo, principalmente quando é pra aumentar, então o que leva a crê que os preços são combinados.

Publicidade
Joaquim da Silva
3 meses atrás

Fax isso por Brasilândia também Cabo Vieira. Pois aqui não tem vereadores que tenham competência pra fazer isso. Não temos vereadores e nem prefeito que se importe com a cidade.

Walber Araujo
3 meses atrás

Parabens pela iniciativa CABO Vieira… É uma vergonha isso que fazem em Jomps… Sem falar que postos que tem convenio com tickets combustivel ainda cobram 0,30 a mais por litro de combustivel. Vergonha..

Publicidade
"APARECIDO" VIEIRA - O DOS POMBOS?
3 meses atrás

AGORA 6 PENSA COMIGO: ELE FOI DE CARRO DA CÂMARA, GASTANDO GASOLINA CARA, FOI A CAVALO, OU FOI A PÉ?

TUDO NA VIDA E LEI DA OFERTA E PROCURA.

SE O NOBRE “EDIL” FOI DE CARRO TÁ ERRADO. É SÓ NINGUÉM COMPRAR COMBUSTÍVEL EM JOÃO PINHEIRO QUE O PREÇO ABAIXA. PRECISA DE ANP NADA NÃO. MAIS UMA PARA JUSTIFICAR O USO DO CARGO DE “DOTÔ VEREADÔ DO JÃO PEREIRA”.

MAIS UM OFÍCIO QUE FOI PARA O LIXO DA ANP……. BRAZIL, ZIL, ZIL…..

mais artigos