Caso Nayara: Sócrates é condenado a 1 ano e 4 meses no regime semiaberto e continuará preso preventivamente

Juiz de Direito Maurício Pinto Filho proferiu a sentença após mais de 4 horas de audiência de instrução e ainda condenou o réu ao pagamento de R$10 mil de indenização

O caso da digital influencer pinheirense Nayara Oliveira, agredida pelo ex-marido no Centro de João Pinheiro e em plena luz do dia, foi julgado em primeira instância no início da manhã desta terça-feira, 25 de janeiro de 2022, depois de mais de 4 horas de audiência. Sócrates Porto foi condenado a 1 ano e 4 meses e continuará preso preventivamente. A defesa dele ainda não manifestou se apresentará recurso da decisão.

O JP Agora pôde acompanhar a audiência com exclusividade e preparou um resumo do que aconteceu até a decisão final do magistrado. A solenidade, iniciada por volta das 09 horas da manhã desta terça-feira (25), contou com a participação do réu Sócrates Porto, de seus advogados Célio Couto e Orlando, assim como da vítima Nayara e de sua advogada Silvia Teodoro e do Ministério Público, autor da ação penal contra Sócrates. Na oportunidade, testemunhas da acusação e de defesa foram ouvidas, assim como a vítima e o réu.

As testemunhas de Sócrates Porto ressaltaram que ele sempre foi preocupado com o filho e contaram que seu relacionamento com Nayara era complicado porque a mulher era bastante ciumenta. As versões foram utilizadas pela defesa do réu com a intenção de convencer a justiça de que ele não era uma pessoa violenta.

Seguindo com sua defesa, na sua oportunidade de fala, Sócrates negou que tenha agredido Nayara e disse que o que fez foi se defender e defender seu filho, chegando a apontar, inclusive, que as imagens das câmeras de segurança amplamente divulgadas na mídia confirmavam a sua versão. Em tom autoritário, o réu prestou seu depoimento com firmeza, certo do que estava dizendo e convicto de que seria inocentado, objetivo principal de sua defesa.

“Eu não agredi ela hora nenhuma. Tentei me proteger, proteger meu filho. Se ela tivesse consciência, se ela não fosse do jeito que ela é, não teria partido para cima de mim hora nenhuma. Ela que colocou o menino em risco, se o menino cai lá quebra um braço machuca a cabeça. Se isso acontece, esses 51 dias que eu estou preso, eu iria estar morto, os presos iriam me matar” pontuou Sócrates em um determinado momento de seu depoimento, que durou cerca de 10 minutos.

A respeito do dia dos fatos, Sócrates contou que comunicou que sairia do shopping para a pessoa que estava acompanhando a visita. Segundo ele, sua intenção era levar o filho para que sua família, mãe e irmãos, pudessem vê-lo. Já na calçada, foi surpreendido por Nayara correndo em sua direção quando então agiu para se defender e defender o filho. Sócrates contou a respeito da criação do filho para o juiz e também sobre outros acontecimentos para tentar legitimar sua atitude.

O depoimento de Sócrates será abordado na íntegra pelo JP Agora em uma outra reportagem, que será divulgada na próxima quarta-feira, 26 de janeiro de 2022. Depois de ouvir 12 testemunhas, sendo 6 de defesa e 6 de acusação, o réu e a vítima, o magistrado entendeu pela condenação. Realizada a dosimetria da pena, o Juiz de Direito Maurício Pinto Filho condenou Sócrates Porto a 1 ano e 4 meses de reclusão, com regime inicial semiaberto. Sócrates permanecerá preso preventivamente.

Além da pena, Sócrates foi condenado a pagar R$10.000,00 (dez mil reais) à Nayara, sem prejuízo de nova indenização no âmbito cível, se caso a vítima desejar ingressar com uma ação indenizatória. O Ministério Público e a defesa da digital influencer manifestaram que não vão recorrer da sentença. Já a defesa de Sócrates se reservou no direito de manifestar a respeito do recurso em momento posterior.

9 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


9 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Geralda falo e pronto
3 meses atrás

Dudu do ponto certo falou que ia dar em pizza

Fala serio
3 meses atrás

Deveria era apodrescer na cadeia… Gentinha assim que acha que tem um sobrenome na cidade se acham…
Safado… Pena muito branda… Deveria ser uns 30 anos pra servir realmente de exemplo.

Desempregado 🥺
3 meses atrás

Ninguém comenta nada kkkkkk

Sanguinareo
3 meses atrás

podia era deixa os preso mata ele ja que ta com tanto medo

Zezinho
3 meses atrás

Achei pouco

EU, NANAZINHA, 10 CONTO NO BOLSO, #PARTIU CALDAS..
3 meses atrás

E TODO MUNDO DIZENDO QUE NÃO IA DAR EM NADA. NANAZINHA, TÔ TE ESPERANDO AMOR. JÁ SEPAREI NOSSA PLAYLIST… COMEÇA COM AQUELA QUE VOCÊ ”PIRA”: “EU SOU SEU ADÃO E VOCÊ SERÁ, MINHA PEQUENA EVA, O NOSSO AMOR ESCRITO…” E AGORA COM 10 CONTO NO BOLSO PRA GASTAR À VONTADE. ENQUANTO O TROUXA MOFA… ELE JÁ DEVE TER ACOSTUMADO A DORMIR DE CONCHINHA COM OUTRO BARBUDO ABRAÇANDO POR TRÁS. ACHO QUE DESSA VEZ VAMOS ESTICAR ATÉ GOIÂNIA, PASSEAR EM SHOPPING. TALVEZ, COMPRAS NA AVENIDA 44… FEIRA HIPPIE… JÁ PODEMOS DAR AS CARAS EM PÚBLICO JUNTOS, QUEM SABE. PORQUÊ DESSA VEZ… Leia mais »

G R S
3 meses atrás

Não defendo hora nenhuma um homem que agride uma mulher, mais aí tá claro muito claro que ela partiu pra cima dele aí qualquer um faria isso aí mesmo, ele foi até passível com ela!

Big big
3 meses atrás
Resposta para  G R S

Foi nada segue o jogo. Espero o contato e o contato veio

Última edição 3 meses atrás by Big big
Tião
3 meses atrás
Resposta para  G R S

Vc fala isso pq não é sua irmã, filha, mãe ou avó! 👍🏻

Artigos relacionados

Últimas Notícias