CEMIG corta energia de residência e morador chama a polícia em Brasilândia de Minas

O homem disse que o débito que motivou o corte não é seu

Na última quarta-feira (07), um homem de 29 anos morador do Bairro Centro, Brasilândia de Minas, procurou a Polícia Militar depois que a CEMIG cortou a energia de sua residência por um débito que, segundo ele, não lhe pertence. O caso foi registrado para providências futuras.

O JP Agora apurou que o homem ajuizou uma ação contra a CEMIG para se desvencilhar do débito, vencido desde 2015, porque, apesar da dívida estar em seu nome, pertence a um homônimo. Ele afirmou, ainda, que possui uma decisão judicial que impedia a empresa de cortar a sua energia.

Uma ocorrência foi registrada para providências futuras.

Publicidade
Jantinha Dom Churrasco João Pinheiro - Jantinha com Churrasco

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias