Publicidade
Tratamento com as melhores condições - OdontoCompany João Pinheiro
Publicidade
InícioCidadeCom apoio popular e intenso debate, projeto que visa empréstimo de R$30...

Com apoio popular e intenso debate, projeto que visa empréstimo de R$30 milhões é aprovado em João Pinheiro

População compareceu em peso para pedir a aprovação do projeto; prefeito e vereador da oposição debateram sobre o assunto

Publicado em

O projeto de lei que libera um financiamento de até R$30 milhões para o Município de João Pinheiro investir em infraestrutura foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de João Pinheiro. Discussões acaloradas entre o Prefeito Municipal e um vereador de oposição marcaram a sessão. Também houve grande manifestação popular à favor do projeto.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

O projeto que estipula um financiamento de R$ 30.000.000,00 para o município foi colocado em conhecimento do plenário antes do recesso e a redação que foi apresentada anteriormente chamou a atenção do edil Mário Luiz (PSD), que foi em suas redes sociais se opor. Segundo ele, não haviam elementos suficientes para que se pudesse entender do que se tratava tal financiamento e onde seria empregado o recurso financiado.

Horas antes de iniciar a reunião da Câmara Municipal, o executivo enviou à casa legislativa uma nova redação, contendo maiores informações e para onde seria empregado o dinheiro financiado. No texto atualizado, o executivo informou que a verba será destinada a projetos de infraestrutura em João Pinheiro, como pavimentação asfáltica, obras necessárias para funcionalidade das águas pluviais e saneamento básico. Também foi especificado que existe uma carência de 24 meses para o início do pagamento do financiamento e que o valor poderá ser dividido em até 96 vezes com juros anuais baixos.

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

O chefe do executivo municipal, Edmar Xavier Maciel (PDT), esteve presente na reunião da câmara e fez questão de explicar aos vereadores e aos populares presentes o projeto em questão. Segundo o prefeito, o financiamento visa melhorar o saneamento básico da cidade de João Pinheiro e dar maior condições aos produtores rurais através do asfaltamento das estradas rurais da Vila São Sebastião e Santa Luzia.

“Desde o início do nosso governos, nós tentamos recursos para as grotas de João Pinheiro, e como é debaixo da terra pouca gente gosta de por emenda. Nós temos mais de 500 casas às margens da grota que estamos perdendo. Fizemos algumas galerias mas é muito caro, e conseguimos agora esse subsídio de 20 milhões para fazer essa obra. Nesse momento, quando o Presidente esteve aqui nós fizemos esse pedido, que liberasse um recurso, entregamos um ofício, e não tinha mais emenda pra isso, e conseguimos com juros subsidiados pela caixa pelo programa de esgotamento sanitário que varia de 2% a 5,4% ao ano”, disse o prefeito.

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

Edmar salientou que os gastos com combate aos pernilongos custa em média R$ 100.000,00 por mês, e com a conclusão da obra de saneamento básico das grotas esse dinheiro poderá ser economizado. Sobre o recurso para o asfaltamento de estradas rurais, Edmar Xavier explicou que na época de chuvas as usinas ficam sem vender álcool e isso acarreta uma série de problemas como menos empregos e menos impostos para a prefeitura, o que será resolvido com o projeto, dobrando a valorização das terras da região.

O prefeito seguiu defendendo o projeto do financiamento com veemência e afirmou que, de fato, haverá contas para o próximo prefeito pagar, mas que as obras estarão todas prontas.

Publicidade

“Temos que saber que esse investimento vai aumentar o recurso que chega no caixa da prefeitura. Mesmo as grotas, vamos deixar de gastar com remédio e veneno. O mais difícil é conseguir essa análise, que é subsidiada, você não pega juros de 3% a 5% ao ano em lugar nenhum. Tivemos apoio político para que isso acontecesse, e o mais especial, estamos com as contas em dias para que isso acontecesse”, finalizou.

O vereador Mário Luiz pediu para o secretário da casa legislativa ler o primeiro projeto e explicou que por isso se posicionou totalmente contra. Mário exclamou em plenário que não havia informações básicas no primeiro projeto como o quantitativo de parcelar e as taxas de juros bem como os locais que seriam asfaltados.

Publicidade

O edil Renato Polino (PDT) também concordou com a justificativa de seu colega. Renato disse que de fato houve a mudança no projeto e que chegou a poucas horas antes da reunião.

“Eu falo aqui sem medo de errar que o projeto veio errado para conhecimento do plenário e ele foi mudado. Agora o projeto veio bem elaborado, nós vereadores não somos contra o projeto, por isso eu quero ser solidário ao meu colega porque ele também foi enganado pelo projeto”, exclamou.

Publicidade

O chefe do executivo pediu a palavra e defendeu que o projeto precisava ser feito para garantir o recurso e todas as modificações solicitadas pelos vereadores foram feitas e que no futuro novas modificações poderão surgir e os vereadores terão que votar novamente o projeto.

“Esse projeto vai ser pago pelo FPM. Será que realmente foi feito as contas que não vai prejudicar o município. Será que os próximos prefeitos que entrar darão conta? Fazer a dívida para o outro pagar é muito fácil. Eu só gostaria que o prefeito não tivesse a maldade de falar verbalmente, ele tinha que colocar o projeto. Nenhum vereador sabia que tinha isso aí, por isso me movimentei, me movimentei através do primeiro projeto. Não podíamos votar o primeiro projeto, não tem nada haver com esse, eu era contra ao primeiro, porque o prefeito não fez ele desse jeito a primeira vez, o primeiro entrou dia 29/07 e esse chegou agora às 05 da tarde”, exclamou Mário Luiz.

Publicidade

Ao final da sessão o projeto de lei 169/2022 foi aprovado em regime de urgência por unanimidade. Alguns vereadores, o prefeito, vice-prefeito e as pessoas presentes na reunião fizeram uma salva de palmas após a aprovação do projeto.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
10 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Independente
3 meses atrás

É isso aí população vai pra câmera fazer alvoroço mesmo! É nítido que essas pessoas que ali foram pra fazer barulho nem sabia o que de fato era esse projeto,absurdo tem até uma criança com cartaz na mão quanta ingenuidade,Mário Luiz ñ está contra o projeto ele apenas quis um parecer mais claro do executivo.So espero que essa mesma população va pra câmera protestar num futuro ñ muito distante sobre a saúde e a educação do município,prefeito está sobrecarregando o município de dívidas isso em um futuro próximo população pode ter certeza vai deixar o município negativado,daí voces vai ver… Leia mais »

Raissa JF10
4 meses atrás

Agora tem ter uma CPI para ver qual funcionária público vendeu coisa do SUS e assunto não pode vira pizza

Publicidade
CB
4 meses atrás

Edinho smp agiu dessa forma. Já vai pra câmara com tudo previamente acordado com os vereadores de base por trás dos panos. Encaminha projetos feitos na coxa, sem estudos de impacto no orçamento e se quer dizer pra onde serão aplicados os recursos, como é o caso. A população, com seus anseios, é feita de massa de manobra e vai fazer barulho sem se dar conta do prejuízo que isso pode futuramente gerar ao erário e consequentemente na saúde, educação, saneamento, infraestrutura etc, de nossa cidade. Aí qdo o msm (Edinho) é confrontado, inventa desculpas como essa de que se… Leia mais »

Raissa JF10
3 meses atrás
Resposta para  CB

Pra mim polícia federal tinha que investigar

?
4 meses atrás

Jp agora, sputnik e demais da imprensa poderiam fazer uma reportagem esclarecendo sobre o ultimo concurso da prefeitura, no edital era previsto um numero x de vagas, porem para varios cargos eles chamaram a mais do que estava previsto no edital, beneficiando diversas pessoas. Vereadores que tomaram posse. Erro no cargo do procon, arquivologista, etc.

Publicidade
José Roberto Duval Lucio
3 meses atrás

Boa tarde. Se realmente esse recurso for para realizar esses serviços que eles estam falando, acho certo. Agora se for para desvio de verba como acontece, aí tem que ser investigado. Começam as obras, e depois o dinheiro some. Temos que fiscalizar para não acontecer como nas administrações anteriores. Está acontecendo coisas que nem imaginava acontecer. Quando você vê a coisa apareceu. E como aconteceu? O Ministério público estadual ou municipal tem que investigar como apareceu isso. E punir as pessoas que fizeram errado. Não sei porque homens sérios, corretos fazem isso. Dinheiro público é para ser investido em benefício… Leia mais »

LULA MOLUSCO
3 meses atrás

TEM Q FISCALIZAR ESTAS LICITAÇOES PQ FINAL DE MANDATO TEM Q FAZER O PE DE MEIA NEH!!!
NAO PODE DEIXAR NA MAO DOS ”AMIGOS” PRA FAZER ESSA OBRA NAO
VAO LA JOGA UM PICHE NO CHAO FALA QUE E ASFALTO E ENCHEM OS BOLSOS COM O NOSSO DINHEIRO

PQ QUEM CONTRUIU CASA NO JARDIM BELA VISTA LUCROU DEMAIS COM ISSO E AGORA O CONTRIBUINTE VAI PAGAR ???!!

O PROBLEMA Q VEREADOR PRA FISCALIZAR SO TEM DOIS LUIZ E VIEIRA O RESTO E TUDO CULIADO COM O PREFEIRTO

Publicidade
A VERDADE QUE NÃO QUER CALAR
3 meses atrás

ALGUÉM AÍ SABE DIZER PORQUÊ O BRASIL TEM UMA DÍVIDA EXTERNA IMPAGÁVEL? SÓ PAGAMOS OS JUROS ANUAIS. PORQUÊ UM PRESIDENTE CHAMADO “JK”, RESOLVEU CONSTRUIR UMA CAPITAL NO MEIO DO BRASIL, SEM NADA AO ALCANCE. TUDO VEIO DE FORA. DETALHES: NINGUÉM TAVA NEM AÍ, PARA QUEM FOSSE PAGAR A DÍVIDA. O NEGÓCIO ERA CONSTRUIR UMA CIDADE MEGALÓPOLE, NO MEIO DO SERTÃO. ATÉ AREIA, CIMENTO, FERRAGEM, FORAM TRANSPORTADAS DE AVIÃO. O FRIGORÍFICO FRIBOI/JBS FICOU MILIONÁRIO NESSA ÉPOCA. FORNECENDO CARNE PARA OS TRABALHADORES E EXECUTIVOS, ENGENHEIROS, ETC… DESDE ESSA ÉPOCA, ELES ESTÃO ENRAIZADOS NOS GOVERNOS SEGUINTES…. AGORA PENSE BEM. SÃO SÓ 30 MILHÕES.… Leia mais »

Pinheirense
3 meses atrás

Bora encher a fazenda de gados!! Seus trouxas.. Acorda população!!! E os vereadores coligados estão rindo para as paredes… Muito dinheiro no bolso…

Publicidade
Oliver
3 meses atrás

Leian por favor Pelo que entendi o projeto foi aprovado mais o empréstimo ainda não foi feito (concretizado) POPULAÇÃO PINHEIRENSE vão até a Câmara prefeitura façam baixo assinados manifestações mas não deixem este empréstimo acontecer . Pois vocês não está avaliando que estamos em ANO ELEITORAL . Outra será que a cidade tem arrecadação o suficiente para pagar? Será que PIB do município consegue arcar com esta despesa e as outras a mais como do funcionalismo publico ? pois no final da dívida terá aí quase 5 MILHOES a mais só de juros. Dinheiro este que poderia aumentar um pouco… Leia mais »

mais artigos