Dono de sacolão comenta alta das verduras em João Pinheiro; chuvas e preço do diesel são as causas dos aumentos

JP Agora entrevistou Cláudio Saraiva, proprietário do Sacolão Sacola Cheia

O preço das verduras impressionou os consumidores de todo o Brasil na última semana. Em João Pinheiro não foi diferente. Pensando nisso, o JP Agora resolveu entrevistar Cláudio Saraiva, proprietário do Sacolão Sacola Cheia, para entender um pouco mais sobre os motivos que levaram a alta tão grande dos produtos.

Cláudio contou ao repórter do JP Agora que dois foram os motivos que levaram a alta exorbitante: as chuvas e o preço do diesel. Segundo o comerciante, a cenoura e o tomate foram os que mais subiram. Outros tipos de verduras sequer são encontradas para comprar e, quando encontra, custam muito caro.

“O período chuvoso traz uma situação de instabilidade, quebra a produção e a qualidade dos produtos. Além disso, temos notado a alta do preço do combustível, que também contribuiu para aumentar o preço dos produtos. Vários produtores perderam suas lavouras, alagou muito. Alface, brócolis, couve-flor, couve, dentre outros, não são nem mesmo encontradas para comprar” ressaltou Cláudio.

Apesar da alta, o comerciante ressaltou que a expectativa é de que os preços melhorem um pouco nos próximos meses com o fim do período chuvoso. A outra questão, referente ao preço dos combustíveis, infelizmente não segue pelo mesmo caminho.

“A gente espera que daqui uns dias quando firmar de vez o clima, os preços vão voltar um pouco. Para vocês terem uma ideia, o saco de 50 quilos de batata custava R$80,00 (oitenta reais), hoje eu compro de R$220,00 (duzentos e vinte reais)” ressaltou Cláudio.

E você, consumidor pinheirense, sentiu a alta das verduras no supermercado? Participe nos comentários.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Wanda
2 meses atrás

Cláudio vc entende que de nada amigo

Artigos relacionados

Últimas Notícias