Em menos de dois meses, ladrões voltam a fazenda e abatem gado pela segunda vez em João Pinheiro

Assim como na primeira oportunidade, apenas os restos do animal foram deixados pelos ladrões

Um fazendeiro de 68 anos de idade foi vítima de furto pela segunda vez em dois meses em sua fazenda, localizada na zona rural de João Pinheiro – MG. Assim como no primeiro furto, indivíduos não identificados pularam a cerca da propriedade rural, mataram e furtaram a carne de um bovino. Nenhum suspeito foi apontado.

A vítima compareceu no quartel da Polícia Militar ontem (28) e contou que se deparou com os pés e cabeça de um de seus bois nelore por volta das 17 horas. Segundo o fazendeiro, foi possível notar uma perfuração na cabeça do animal provavelmente oriundo de disparo de arma de fogo.

A porteira da fazenda estava trancada e não foi arrombada. Segundo a vítima, foi possível constatar pelo rastro de sangue que os criminosos abateram o animal no pasto e carregaram a carne até o veículo, que ficou na estrada que dá acesso à fazenda. Nenhum suspeito foi apontado.

Publicidade
Dom Churrasco em João Pinheiro - Barca de Churrasco e Jantinha

4 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Brasileiro
11 meses atrás

Sei que tem que preserva o nome da vítima. A Matéria é de suma importância, mais Nicolas seria bom citar pelo menos qual estrada que passa perto desta fazenda ou da acesso ou o distrito ou um local de referência! Quem sabe alguém viu algum suspeito antes do crime ou depois que possa contribuir com informações para a polícia.

G R S
11 meses atrás

A patrulha rural até onde eu sei pra tomar a arma quê o coitado tem pra tentar se defender eles servem, é nessa hora que o coitado precisa deles!

João
11 meses atrás

A carne acabou e foram buscar mais, provavelmente voltarão no mesmo espaço de tempo. Mas o capitão está ocupado em defender o corte das arvores da praça.

Marcos Porto
11 meses atrás

Esses açougue que vende carne barata e grampao e dinho soltos

Artigos relacionados

Últimas Notícias