InícioCidadeEmpresário é acusado de esganar adolescente amigo de sua filha no Clube...

Empresário é acusado de esganar adolescente amigo de sua filha no Clube Campestre, em João Pinheiro

JP Agora entrou em contato com as duas partes e colheu duas versões diferentes da história; confira a seguir

Publicado em

Um empresário de 48 anos foi acusado de esganar um adolescente de 13 anos no final da tarde deste domingo (15), em João Pinheiro. O garoto é colega de classe da filha do homem e o fato teria acontecido por ciúmes. Uma ocorrência foi registrada e o JP Agora entrou em contato com as duas partes, que deram suas versões.

O JP Agora entrou em contato com o representante legal do adolescente e com o empresário que seria autor das agressões. As identidades de ambos não serão reveladas para preservar os menores de idade. Segundo levantado, o garoto estava acompanhado de outros amigos e da filha do empresário, de 12 anos, no Clube Campestre. Então, segundo informado pelo próprio empresário, ele chegou ao local e não gostou do que viu.

Para a polícia, o adolescente contou que pediu um copo de refrigerante para a filha do empresário e que, neste momento, ele o agarrou pelo pescoço, esganando-o, causando arranhões. A versão foi confirmada pelo pai em breve contato com a redação do JP Agora.

“A menina dele deu um copo de Coca-Cola para o meu menino, ele foi lá dentro e voltou transtornado. Ele esganou o pescoço do meu menino, tem sinal de unha. Eu tentei resolver a situação, ele não quis. Meu menino é tranquilo, estuda, depois do fato fomos na UPA, abriram uma notificação e estou fazendo a representação contra ele na Polícia Civil.” disse o pai do menor agredido pelo empresário.

O JP Agora teve acesso ao relatório médico da UPA, no qual consta que o menor de 13 anos apresentava edema e dor na região da face, com escoriações na bochecha esquerda e na região do pescoço. O empresário, no entanto, negou as agressões e disse que agiu para proteger a filha e também porque os adolescentes fizeram chacota com a sua presença.

“Eu cheguei e estava a turminha de meninos e começaram a fazer chacota de mim. Não teve enforcamento, não teve nada. No clube tem câmera, se você quiser pode olhar. Eu sou um cara trabalhador, tenho empresa. Eu cheguei e eles ficaram fazendo chacota, a brincar e me agrediram com palavras. Eu com filha de 12 anos no meio de menino de 17, 18, fiquei enciumado com a minha filha, se ponha no meu lugar com filha de 12 anos no meio de menino desse jeito. Eu só quis zelar pela minha filha e ficaram fazendo chacota”, disse o empresário.

Sobre os arranhões, o empresário disse que foram causadas por um copo de plástico. “Não teve agressão, não teve enforcamento, o copo de plástico passou no rosto dele. Se precisar eu vou puxar o vídeo do clube. Sou um cara tranquilo, todo mundo me conhece. Estava defendendo minha menina de 12 anos e eles me agrediram com palavras, por isso que aconteceu. A gente não vai levantando e agredindo ninguém sem motivos” disse o empresário ao repórter do JP Agora que apurou o caso.

As possíveis agressões verbais foram controvertidas pelo pai do adolescente, que contou à reportagem do site que ele é um garoto tranquilo e estudioso. Ele disse, ainda, que já está adotando as providências legais para representar o empresário. Antes de publicar a matéria, também entramos em contato com a direção do clube para ter acesso às imagens do circuito interno, mas fomos informados que o material só será fornecido às autoridades.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


17 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Mãe de menino
15 dias atrás

E porque o pai autorizou a filhinha de 12 anos a ir ao clube sozinha? É não deixar, segura ela em casa então, ao invés de sair agredindo crianças por ciúmes. Cara otário.

Coleguinha
15 dias atrás

Se fosse meu filho agredido,se a justiça não fosse feita eu faria acontecer…um marmanjo velho agredindo uma criança ficou feio enh

Ruan
15 dias atrás

Tem q quebrar esse safado de porrada

Anarquista
15 dias atrás

Cade os fofoqueiros pra falar quem é?

Jesus ainda Reina se nós permitir
15 dias atrás
Resposta para  Anarquista

Kkkk

Eita
15 dias atrás

Garanto que o agressor é dito cidadão de bem…pode ter certeza que não falha.

Ind
15 dias atrás
Resposta para  Eita

Petista detectado com sucesso.

Mara
14 dias atrás
Resposta para  Ind

Kkkkk

Irônico
15 dias atrás

O empresário deve ser um alucinado, pq sair agredindo os outros sem motivos deve ser pq foi agredido qd adolescente ou Criança e deve ter medo q aconteça c sua filha.

Trabalhador JP
15 dias atrás

Sempre tem os dois lados, difícil de julgar!

Adolfo Marisa de Souza
15 dias atrás
Resposta para  Trabalhador JP

Nada justifica violência.

Preta
15 dias atrás

Comentarista de reportagens do JP agora ……Du Oliver ,Brenda Oliveira,credo comentam em tudo de turbina de aviao a buraco em Rua kkkk kkkk.

Rogério
15 dias atrás

não posso falar o nome dele aqui mais que ele vai levar cacete na rua vai é bem dado

Trabalhe com nomes
15 dias atrás

Quem é o empresário?

Motocas de jp
15 dias atrás

Quem e o meliante?

A VDD
15 dias atrás

Diz que é um tal de Simoneli dono de uma retifica

Rogério
15 dias atrás

absurdo isso eu vi essa ato esse empresário completamente errado tem levar um processo na costas isso é reflexo do atos bolsonaro, ele doente no bolsonaro faz o 22 aí gente.

Justiça Divina não vai faltar e cadê você conselho tutelar

mais artigos