Esposa esfaqueia marido após ele se recusar ir no forró em Patos de Minas; mulher ainda agrediu policiais

Bastante embriagada, a mulher ainda agrediu a PM e chegou a danificar o cofre da viatura

Uma mulher de 38 anos foi presa em Patos de Minas após esfaquear o próprio marido em uma noite regada a muito álcool e confusão. Depois de presa, a mulher contou que o homem se recusou a ir em um forró com ela, o que teria motivado as agressões. Bastante embriagada, a mulher ainda bateu na polícia e danificou a viatura.

O fato aconteceu por volta de 20h30 do último domingo, 20 de março. De acordo com o registro da ocorrência, uma guarnição policial estava no Hospital Regional atendendo a uma ocorrência de acidente de trânsito, momento em que deu entrada um homem de 45 anos com um corte profundo na face provocado por um golpe de faca. Ao ser questionado, ele disse que a própria esposa foi quem o agrediu e depois o socorreu. Imediatamente, a PM saiu em busca da mulher.

O enteado da vítima contou para a polícia que sua mãe ficou nervosa porque o padrasto não quis ir a um forró com ela e, então, ela pegou uma faca e arremessou na direção do marido, atingindo sua face. Ainda segundo o boletim de ocorrências, o filho relatou que a mãe estava embriagada e que já fez isso outras vezes. Nesse tempo, a mulher voltou ao Hospital Regional e proferiu diversas ameaças em direção aos vigilantes do local. Abordada, ela disse que o agrediu por causa de problemas conjugais. Segundo ela, o marido havia contado a outros sobre as dificuldades do relacionamento e ela já havia o advertido para não fazer isso.

Diante disso, a mulher, que apresentava notórios sinais de ter ingerido bebida alcóolica, recebeu voz de prisão e foi colocada no cofre da viatura. Mas a confusão não parou por aí. Isso porque a mulher ficou enfurecida quando uma policial militar tentou pegar sua bolsa para uma revista. A mulher agrediu a policial com um tapa e puxões de cabelo. Ela também danificou o cofre da viatura em que estava. Diante de tudo isso, ela foi algemada e encaminhada para a delegacia.

1 COMENTÁRIO


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Vitória Ferreira Brandão
2 meses atrás

Porque as pessoas,pararam de fazer comentários? Falar bobagem,tantos gostam né? Só não querem responsabilizar,pelas consequências das palavras….

Artigos relacionados

Últimas Notícias