Funcionário de fazenda vive momentos de terror nas mãos de assaltantes em João Pinheiro

O homem foi rendido por volta das 17:40 horas e só conseguiu se soltar depois das 22:00

Um funcionário de uma fazenda localizada na zona rural de João Pinheiro – MG passou por horas de tensão no final da tarde de sábado (06) depois que uma quadrilha resolveu assaltar a propriedade. Ele foi amarrado e deixado de barriga para baixo, sendo ameaçado constantemente, enquanto cerca de seis pessoas roubavam um trator e algumas ferramentas. A vítima só conseguiu se soltar horas depois.

O funcionário trabalha na fazenda há sete anos e tem 53 anos. Ele contou que estava sentado na porta da sede da propriedade quando foi surpreendido por dois indivíduos encapuzados e armados com uma pistola e uma faca. Um dos assaltantes amarrou as mãos do funcionário, cobriu seu rosto com um pedaço de pano e o deitou de barriga para baixo, ficando sentado ao seu lado de vigia.

Enquanto isso, o outro criminoso revistava a residência, até que ligou para o restante da quadrilha dizendo que “já estava tudo dominado”. A vítima conseguiu visualizar quando um caminhão prancha chegou no local com mais três ou quatro criminosos, que foram até os fundos do quintal e buscaram o trator da fazenda e colocaram no caminhão. Depois disso, os criminosos foram embora, deixando o funcionário amarrado no chão da sala da casa.

Publicidade
Supermercado Líder - Corrida Premiada

Somente por volta das 22:00 horas que o homem conseguiu se soltar. Bastante abalado, ele tomou remédios para a pressão e acabou dormindo e acordou somente no outro dia, quando então foi a pé até o povoado de Malhada Bonita buscar ajuda. Além do trator, os criminosos levaram R$ 300,00 (trezentos reais) em dinheiro, um celular, um esmeril e uma furadeira. Nenhum suspeito foi apontado pela vítima.

A polícia foi até o local e conseguiu visualizar, através dos rastros do caminhão, que os criminosos fugiram pela BR 365 sentido Pirapora – MG, mas ninguém foi preso até o momento.

2 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Aline Dornelas
11 meses atrás

Grampao vira homem vai trabalhar

Jararaca Ensaboada
11 meses atrás

Quanto vale a sua fazenda ? Nada.

Artigos relacionados

Últimas Notícias