InícioBrasilIsenção para compras no exterior de até US$ 50 pode acabar, informa...

Isenção para compras no exterior de até US$ 50 pode acabar, informa Ministério da Fazenda

Ministério divulgou uma nota nesta quinta-feira (10) afirmando que "continuam as negociações" quanto a futuros ajustes na alíquota federal

Publicado em

O Ministério da Fazenda negocia acabar com a isenção da alíquota de importação para compras até US$ 50 feitas em sites de compras internacionais. Após o site Metrópoles divulgar que haveria o fim imediato da isenção e a cobrança de um imposto de 34% para os consumidores, a pasta afirmou que as articulações sobre o tema continuam.

“Continuam valendo todas as regras do programa de conformidade Receita Conforme, e prosseguem as negociações, sob o comando do ministério, quanto a futuros ajustes na alíquota federal”, afirmou a Fazenda em nota.

A isenção do imposto começou a valer em primeiro de agosto. A medida foi adotada para ajudar a regularizar esse tipo de compra e diminuir a quantidade de fraudes, além de tentar garantir a diminuição do rombo das contas públicas deste ano.

Em julho, o governo piorou as estimativas e o Ministério do Planejamento e Orçamento aumentou de R$ 136,2 bilhões para R$ 145,4 bilhões a projeção para o deficit primário, quando desconsiderado o pagamento de juros da dívida pública de 2023.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Bruna
10 meses atrás

Ta certo! Viva a democracia .

GALO DOIDO
10 meses atrás

FAZ O L o amor venceu o todos nós tomanos naquele local bem gostoso há e prepara que agora em agosto entra o GROSSO