Motorista que capotou Fox vermelho no fim de semana estava a 170km/h, afirma um dos passageiros

Quatro jovens estavam no veículo no momento do acidente; um deles procurou o JP Agora para contar maiores detalhes do ocorrido

O grave acidente registrado na Serra da Coenge na madrugada do último domingo (08) por muito pouco não tirou a vida de quatro jovens. Um deles, Carlos Augusto, entrou em contato com a redação do JP Agora para contar maiores detalhes do ocorrido e disse que eles estavam a 170km/h quando perderam o controle.

O rapaz contou à redação do JP Agora que a turma estava indo para uma festa em Rural Minas. Era 00:00 horas quando passaram pela Serra da Coenge e perderam o controle. Carlos contou, ainda, que o carro girou duas vezes dentro da pista e por muito pouco não acertou um caminhão, até que o veículo saiu da pista, capotou três vezes e só parou depois de acertar uma árvore. O susto, segundo o jovem, foi enorme.

Carlos seguiu contando sobre os primeiros instantes após o capotamento. Ele contou que machucou o peito, a face, o joelho e a mão. Antônio quebrou a clavícula e Gustavo quebrou o maxilar. Para saírem do veículo, os rapazes tiveram que quebrar o vidro com as mãos. Elder ajudou Gustavo e Antônio a saírem do veículo.

Publicidade
Farmacia Pinheirense 970x250 1

Velocidade e falta do cinto de segurança

Carlos contou, ainda, que estavam a 170km/h no momento em que perderam o controle. Antônio, que dirigia o veículo, não tem habilitação e todos estavam sem o cinto de segurança, mas, por sorte, todos permaneceram dentro do carro, apesar do número de vezes que ele capotou.

Os jovens tem 18 e 20 anos e, por muito pouco, não perderam a vida. Graças a Deus, nada de mais grave aconteceu com eles. Gustavo foi o único que se feriu mais gravemente e precisou ser transferido a Patos de Minas, mas, momentos depois, os médicos constataram que não houve lesão grave.

O veículo ficou completamente destruído. As informações e imagens da reportagem foram repassadas por Carlos Augusto à redação do JP Agora.

6 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


6 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Tentativa de suicídio.
3 meses atrás

Essa imprudência quase custou a vida deles

fala serio
3 meses atrás

tentativa de suicídio ou doença mental? eis a questao. Uma pessoa pegar um veiculo ( ainda mais um fix que nao tem estabilidade nenhuma em alta rotação) acelerar ate 170 kh tem que ser muito sem juízo mesmo. E ainda sem habilitação. Imprudência dos pais soltar um carro na mão de moleque. Minha geração custava comprar um par de tênis pra ir pra escola, cresceu tem filhos e dá tudo que os moleques querem. Da nisso. Depois matam outras pessoas que nao tinham nada haver com a irresponsabilidade, vem a justiça e qualifica com “nao teve intenção de matar”.

GALO
3 meses atrás

Bando de irresponsáveis! 170 por hora e nem carteira tinham. Deviam estar todos bêbados. Poderiam ter batido o carro de encontro com outro e matado inocentes. Esse motorista deveria ser preso

Claudim
3 meses atrás

João Pinheiro tá passando de hora de começar a ter blitz de lei seca nos fins de semana, esses acidentes já tem virado rotina e a única preocupação da polícia tem sido em parar motos

13
3 meses atrás

O drink da noite foi batida de coco com ketchup

Geraldo
3 meses atrás

TALVEZ ELES QUERIA ERA SUICIDA E SE ESCAPARAM

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias