Publicidade
Atendimento emergencial OdontoCompany João Pinheiro
Publicidade
InícioBrasilPadre exorcista Vanilson da Silva é proibido de atuar pela Arquidiocese do...

Padre exorcista Vanilson da Silva é proibido de atuar pela Arquidiocese do DF e protesta: ‘Mexi com o inferno’

"Eu mexi diretamente com o inferno, ele se levantou contra mim", disse o padre Vanilson da Silva ao comentar sobre a decisão

Publicado em

A Arquidiocese de Brasília proibiu temporariamente o padre Vanilson da Silva, o único exorcista do Distrito Federal, de realizar missas e sessões de exorcismo na capital. Por meio de texto que circula nas redes sociais, o padre protesta contra a decisão. As informações são do Metrópoles.

Publicidade
WN Telecom - Publicidade

Na mensagem enviada aos fiéis, o padre exorcista afirma que não sabe o motivo da proibição e diz que o inferno se levantou contra ele. A Arquidiocese de Brasília também ainda não se manifestou sobre a justificativa para a decisão, que começou a valer na última quinta-feira (10).

“Os senhores bispos se reuniram com o meu superior provincial e exigiram a minha retirada imediatamente. Me senti violentamente desrespeitado porque todas as reuniões foram feitas sem a minha presença. Nunca fui ouvido”, protesta Vanilson da Silva no texto (leia na íntegra abaixo).

Publicidade
J7 Imobiliária - O sonho da casa está aqui

Ele também comenta que já havia conversado com o arcebispo de Brasília, dom Paulo Cezar Costa, explicando sobre a função de exorcista. Segundo o padre, o arcebispo o recebeu bem e marcou uma visita à Associação Padre Júlio Negrizzolo, onde o exorcista atua, mas acabou desmarcando horas antes.

“Sei que vivemos fins dos tempos, e muita coisa ainda vai acontecer. Diante dessa realidade, eu entendo por que os padres se suicidam. Tudo passa. Até os grandes impérios passaram. Eu mexi diretamente com o inferno, ele se levantou contra mim. E ainda veremos coisas horrorosas acometendo”, completou o padre.

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

Suspensão das missas

Na sexta-feira (11), o padre exorcista comunicou aos fiéis que as missas na Associação Padre Júlio Negrizzolo estão suspensas por tempo indeterminado. “Que a gente continue rezando e intercedendo por esta missão”, diz ele em vídeo divulgado nas redes sociais.

Nos comentários, frequentadores das missas ministradas pelo padre Vanilson da Silva lamentaram a suspensão. “Muito triste e decepcionante saber que um padre tão maravilhoso, exemplar e que tem ajudado à tantas pessoas, está sendo tão perseguido”, escreveu uma fiel.

Publicidade

Exorcismo

Ainda segundo o Metrópoles, o padre Vanilson da Silva é paraense e começou seus estudos na da Ilha do Marajó. Em seguida, foi para Belém e depois para Goiânia, onde se tornou missionário. Depois, foi para o DF por pedido da congregação.

Em Brasília, ele começou a atuar ao lado do padre Júlio Negrizzolo, que também era exorcista e faleceu em 2009. Já em 2012, Vanilson da Silva foi ordenado exorcista da diocese de Brasília.

Publicidade

De acordo com o Catecismo de Igreja Católica, o exorcismo “tem por fim expulsar os demônios ou libertar do poder diabólico, e isto em virtude da autoridade espiritual que Jesus confiou à sua Igreja”.

O texto reforça que a situação é diferente no caso de doenças, sobretudo psíquicas, cujo tratamento depende da medicina. “Por isso, antes de se proceder ao exorcismo, é importante ter a certeza de que se trata duma presença diabólica e não duma doença”, esclarece o Catecismo.

Publicidade

A norma ainda determina que a prática deve ser feita por presbítero autorizada e que o exorcismo ocorre quando a Igreja Católica pede “publicamente e com autoridade, em nome de Jesus Cristo, que uma pessoa ou objeto seja protegido contra a ação do Maligno e subtraído ao seu domínio”.

Mensagem do padre Vanilson da Silva

“Venho lhes comunicar que a partir do dia 10 de fevereiro eu não tenho mais permissão de exercer meu ministério na Arquidiocese de Brasília. Os senhores bispos se reuniram com o meu superior provincial e exigiram minha retirada imediatamente. Me senti violentamente desrespeitado, porque todas as reuniões foram feitas sem a minha presença. Eu, como objeto das reuniões, nunca fui ouvido. Quando Dom Paulo chegou, fui até ele e falei do ministério de exorcista e da missão com a comunidade. Ele me recebeu muito bem e deixou marcada sua visita na associação para nos conhecer. Nunca foi. No dia 23 de setembro, marquei conversa com ele, horas antes desmarcou. Protocolei na cúria um ofício solicitando nos receber. Nunca obtive retorno. Agora eu recebo a sentença.

Publicidade

Como tem muita coisa pra encaminhar, ainda permaneço em Brasília, mas sem exercer o ministério. Tem a comunidade e a associação padre Júlio Negrizzolo, que não posso deixar sem antes encaminhar essa situação. Tenho, na comunidade, pessoas que vieram do norte do Brasil, deixaram tudo porque acreditaram num sonho. Vamos ver se eles aceitam a continuidade da comunidade. Tem muita responsabilidade implicada em tudo isso. Enquanto isso estou aqui. Contudo, sei que estou vivendo as pegadas do Mestre. Sou ministro da Igreja, mas minha fé é em Jesus Cristo. Também sei que vivemos os fins dos tempos, e muita coisa ainda vai acontecer.

Diante dessa realidade, eu entendo porque os padres se suicidam. Tudo passa. Até os grandes impérios passaram. Eu mexi diretamente com o inferno, ele se levantou contra mim. E ainda veremos coisas horrorosas acometendo. Estejamos preparados a cada dia. O ladrão pode estar as portas. Deus tem um propósito em tudo! Perdão se faltei com algum dos senhores. E me perdoem se em algum momento não fui sinal de Deus“.

Publicidade
FonteBHAZ

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
4 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
MITO
9 meses atrás

BEM VINDO A IGREJA CATOLICA
UMA DAS INSTITUICOES MAIS OBSCURAS E SANGNARIAS DE TODOS OS TEMPOS
A FE E DEUS ESTA A CIMA DE TODAS AS RELIGIOES

Eu..eu mesmo.
9 meses atrás

É triste ver que o inimigo está cada vez mais forte diante das pessoas.

Publicidade
Zilda
9 meses atrás

Tá uma chatice! Querer obrigar os outros a fazer SOMENTE o que eles acham que é certo para eles. Isso está cada vez mais frequentes na vida das pessoas.Nogeira e impedimentos pra tudo quanto é lado. Liberdade, totalmente acabando e tem gente fingindo que não vê. Não tenho nenhuma religião, mas acredito em Deus e seria bom que todos seguissem naquilo que eles acreditam e tem fé.
Nada de imposições na vida dos outros!

Zilda
9 meses atrás

Meu comentário anterior não foi aceito? Foi isso?

Publicidade

mais artigos