Fazendeiro que plantava, processava e vendia maconha para o mundo todo é preso em João Pinheiro

O proprietário da fazenda, de 64 anos, disse que a droga era para o tratamento da esposa

Uma plantação e um laboratório especializado no processamento de maconha dignos de filme foram encontrados na manhã de ontem (20) pela Polícia Militar em uma fazenda próxima ao distrito de Veredas. No local, muitos pés da droga foram encontrados em um ambiente preparado. Até mesmo material para marketing para divulgação da maconha foi encontrado em um quarto da fazenda.

A cena encontrada na propriedade rural localizada nas proximidades do KM 299 da BR – 365 não perde para nenhuma super produção de Hollywood. Os policiais chegaram até lá após receberem uma denúncia anônima dando conta de que havia uma plantação de maconha no local, mas encontraram muito mais do que isso.

Quando chegaram no local, o proprietário não estava. Logo na entrada, os policiais já visualizaram muitos pés de maconha nos arredores da casa. Por isso entraram e, nos fundos da fazenda, encontraram um ambiente apropriado para o plantio com muitos pés da planta sendo cultivados. Neste momento, o proprietário da fazenda chegou.

Publicidade
Colégio Darcília Coímbra João Pinheiro - Matrículas Abertas
Foto do suspeito – Reprodução: Facebook

Vander Francosa, de 64 anos, disse que cultivava a maconha porque sua mulher, Fabiana Beatriz Boodts, de 53 anos, sofre de uma doença cardíaca e faz o uso medicinal da droga. Diante de tudo que fora encontrado do lado de fora da casa, os policiais resolveram fazer buscas no interior da residência. Foi quando a ocorrência se tornou ainda mais interessante.

Muita droga foi encontrada em recipientes plásticos e em vidros de vários tamanhos. Maconha seca, triturada e em conserva, além de várias embalagens contendo sementes. Os policiais encontraram maconha até dentro da geladeira, praticamente em todos os ambientes da casa.

Maconha internacional, Instagram e marketing

Em um dos quartos da casa, um laboratório contendo vários tipos de sementes em embalagens com anotações sobre a qualidade e origem da semente foi descoberto. Ainda no quarto, o fazendeiro mantinha uma estufa e muita maconha embalada em saquinhos.

O que mais chamou a atenção da polícia foram cinco agendas que continham anotações em quatro idiomas, italiano, inglês, espanhol e português, com informações sobre a quantidade e descrição de locais para onde a droga, supostamente, havia sido enviada.

Além das agendas, vários panfletos e cartões de visita contendo o Instagram de divulgação da marca, panfletos de workshops e até mesmo um catálogo de lingerie com símbolos de maconha também foram encontrados.

Vander relatou que fazia o cultivo da planta para sua esposa e que havia mais de trinta tipos diferentes de sementes de cannabis sativa. Ele contou, também, que sua mulher Fabiana realizava o cruzamento de espécies para encontrar a melhor maconha, que produzisse óleo com alto teor de tetra-hidrocanabinol (THC).

O óleo, segundo informou o suspeito, era vendido para todo o Brasil. Disse, também, que importava sementes de diversas partes do mundo, como Holanda, Índia e de outros países da Europa.

Nenhum equipamento para extração de óleo encontrado

Apesar da versão apresentada pelo proprietário da fazenda, os policiais não encontraram nenhum equipamento que fizesse a extração do óleo da maconha.

Recentemente, uma guarnição da PM apreendeu maconha em Luizlândia do Oeste e um dos suspeitos presos na ocasião contou que comprava do homem proprietário da fazenda.

Diante de tudo que foi encontrado, Vander Francosa foi preso e encaminhado até a Delegacia, juntamente com todo o material apreendido.

23 COMENTÁRIOS


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


23 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Galo Doído
10 meses atrás

Pablo Escobar de JK e região ????

Boresk
10 meses atrás

Acho que tem pessoas ELEITAS de São Gonçalo que já estão no mato ..

BOLSONARO 2022
10 meses atrás
Resposta para  Boresk

Conta mais amigo!

10 meses atrás
Resposta para  Boresk

Concordo ja deve está longe
Kkkk

Curioso.com
10 meses atrás
Resposta para  Boresk

Conta mais sobre isso

JKENSE
10 meses atrás

Primeiro jornal disse certo e não jogou isso pra JK, parabéns ao jornalista por informar certo. Todo mundo fala que tudo de ruim que acontece é em JK e o jornal fez certinho nois de Luizlândia do oeste agradece

Jeremias
10 meses atrás

Agra é só aguardar a inflação, os preços vão ser reajustados para os maconheiros pinheirenses kkkk

maaper
10 meses atrás

Nos países ricos o cultivo e a venda da maconha são liberados, trouxe bastante arrecadação tributária, além do que, não há o ciclo da violência q envolve drogas ilegais, pois o Estado mantém o controle. Mas o Brasil é muito atrasado pra entender isso.

Ivan
10 meses atrás

Peixe grande esse ein! Parabéns a polícia pela operação!

oo7
10 meses atrás

NAO COMPRE , PLANTE !!!!!!!!

Do nada
10 meses atrás

Químico do moro

Ivan
10 meses atrás
Resposta para  Do nada

Braking Bad do cerrado

Ivan
10 meses atrás
Resposta para  Do nada

Vander White do sertão

Sr
10 meses atrás
Resposta para  Do nada

Maconha e uma planta natural idiota químico se ele tivesse fábricando cocaína ou crack .

BOLSONARO 2022
10 meses atrás
Resposta para  Sr

Devensor de erva, todo maconheiro da o anel

Geraldo
10 meses atrás

Vixi

Eumsm
10 meses atrás

Como dizia racionais

I jao falando sozin essa era da boa ein poe dessa pa mim

Capitão do exército
10 meses atrás

Um mega empresário e empreendedor, que sacanagem.

TREESOME
10 meses atrás

Essa muié dele fuma muito ein pra usar isso tudo, credo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Enéas
10 meses atrás

Idoso, aposentado, colocando a culpa na mulher só pode ser o Lulala hahahaha

De Coromandel
10 meses atrás

Eu pensava que a cidade de Lagoa Formosa era bagunçada, mais João Pinheiro, Brasilândia e Luislândia superam a média nacional. Bandido bom é bandido morto !

Última edição 10 meses atrás by De Coromandel
Sai fora de JK
10 meses atrás

Como que pode existir um lugar tão bagunçado igual essa Luislândia do oeste, Deus me livre

Eumesmousi
10 meses atrás
Resposta para  Sai fora de JK

Vamos aprender a ler primeiro pra depois comentar, o local foi perto de sua terra natal veredas ,não jk

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias