19.6 C
João Pinheiro
sábado, junho 19, 2021

PM encontra duas buchas de maconha em casa de jovem assassinado a tiros em Brasilândia de Minas

João Paulo Martins Alves, de 22 anos, foi assassinado na última quinta-feira, 03 de junho

A Polícia Militar de Brasilândia de Minas encontrou dois tabletes de maconha no guarda roupas de João Paulo Martins Alves, jovem de 22 anos assassinado a tiros na última quinta-feira, 03 de junho. Antes do homicídio, o jovem era acompanhado pela polícia pelo seu suposto envolvimento com o tráfico de drogas.

Os policiais foram até a residência de João Paulo para realizar visita tranquilizadora. Durante os trabalhos, a proprietária do imóvel autorizou que fosse realizada buscas no quarto do jovem, quando então os militares encontraram duas porções de maconha no guarda roupas.

Foi apurado pelo JP Agora que João Paulo estava sendo acompanhado pela PM em razão do seu suposto envolvimento com o tráfico de drogas. A propósito, as primeiras informações levantadas no dia do seu homicídio apontavam que o crime pode ter acontecido por ligações com o tráfico.

O fato aconteceu por volta de 20h30 na Rua Feliciano Agostinho Coelho, bairro Planalto. Em conversa com os militares, a mãe dele disse que estava em sua residência e que ouviu cerca de quatro disparos de arma de fogo. Ao sair para verificar o que estava acontecendo, visualizou seu filho caído ao solo com perfurações na região da cabeça e do pescoço e gritou por socorro.
Ainda segundo a Polícia Militar, o corpo estava caído em um terreno baldio ao lado de uma grota onde provavelmente o autor esperava a vítima para praticar o crime. Uma testemunha disse que João Paulo estava cobrado uma dívida de drogas, a testemunha não informou de quem seria cobrado a referida dívida.

Ainda durante as diligencias para elucidar o crime, as guarnições receberam informações de uma pessoa que não quis ser identificada, que disse ter visto um suspeito, próximo ao local do fato. Diante os trabalhos da perícia, foi localizada, nas vestes da vítima, uma bucha de maconha. A perícia também confirmou que e o corpo estava com três perfurações de entrada e duas de saída. Sendo duas perfurações de entrada na cabeça e uma no peito.

Após os trabalhos da perícia, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal para que fossem constatadas as causas da morte. A Polícia Militar segue em diligências para tentar encontrar e prender o autor deste homicídio.


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


0 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários

Artigos relacionados

data-matched-content-ui-type="image_card_stacked"

Últimas Notícias