InícioDestaquePRF alerta para as péssimas condições da BR-365 e orienta motoristas a...

PRF alerta para as péssimas condições da BR-365 e orienta motoristas a evitarem viagens à noite

A pavimentação tem buracos gigantescos que tem causado acidentes

Publicado em

Excesso de velocidade, ultrapassagem em local proibido e consumo de bebida alcóolica entre os motoristas serão combatidos com rigor pela Polícia Rodoviária Federal durante a Operação Natalina. A fiscalização nas estradas já está reforçada, em um trabalho intenso que vai durar até às 23h59min do domingo, dia 25.

O inspetor Paulo Rosa, chefe da Delegacia da PRF de Patos de Minas, fez um alerta aos motoristas para as péssimas condições da BR 365. A pavimentação tem buracos gigantescos que tem causado acidentes, inclusive com mortes. Paulo Rosa orientou os motoristas a evitarem viagens noturnas no trecho entre Patos de Minas e Uberlândia.

Paulo Rosa também falou sobre o consumo de bebidas alcóolicas. Ele lembrou que dirigir sob influência de álcool é crime. O chefe da PRF de Patos de Minas lembrou que a corporação já está utilizando equipamentos que detectam o consumo de álcool só pela conversa com os motoristas, sem a necessidade que este sopre o equipamento.

Para garantir um período de festas tranquilo, sem mortes nas estradas, a Polícia Rodoviária Federal ressaltou a importância da participação dos motoristas e relembrou os cuidados que devem ser tomados antes de pegar a estrada.

-Verificação da pressão de todos os pneus e atenção à demanda de peso que o carro terá que carregar (bagagens e passageiros). Se estiver em mau estado, o pneu pode causar perda de aderência ao solo, provocando derrapagem ou aquaplanagem. O ideal é que os sulcos estejam com, no mínimo, 3 mm de profundidade. Isso pode ser verificado por meio do TWI (sigla para Tread Wear Indicator), um ressalto perpendicular aos sulcos do componente. Se o TWI estiver tocando o solo junto com a banda de rodagem, a vida útil chegou ao fim.

  • Conferência do estepe. Caso haja alguma avaria, substitua-o para uso, caso necessário.
  • Alinhamento e balanceamento: ao rodar com o carro verifique se a direção parece estar “puxando” para um dos lados. Isso é sinal de que algum buraco ou desgaste prejudicaram a suspensão. O alinhamento é rápido, permite um rodar mais seguro e é responsável pelo aumento da vida útil dos pneus.
  • Equipamentos obrigatórios: todo veículo deve ter pneu estepe, triângulo, chave de roda e macaco dentro do porta-malas. Verifique se o carro tem esses 4 itens.
  • Verificação do funcionamento do sistema de iluminação. Os faróis e lanternas do carro são extremamente importantes. Mesmo que o carro não seja utilizado à noite, condições climáticas como neblina e chuva podem exigir iluminação, tanto para garantir que o condutor tenha boa visibilidade, quanto para assegurar que o veículo seja percebido por outros motoristas e pedestres. Desse modo, verifique se todos fachos do farol (baixo e alto) estão funcionando corretamente, assim como as luzes de freio, de ré, de posição e as setas.
  • Deixar a água do radiador no nível certo e o fluído do sistema de arrefecimento em dia porque é este fluido que ajuda a manter a temperatura do motor, evitando o aquecimento.
  • Revisão dos sistemas de amortecimento e freios a cada 10 mil km, e, mesmo estando com as revisões em dia, conferir o fluido do freio para que o sistema não falhe quando necessário.
  • Verificação do prazo de validade do filtro e óleo do motor. Isso pode comprometer o rendimento do motor e aumentar significativamente o consumo de combustível.
  • Verificação de limpadores de para-brisa. Especialmente se as borrachas não estão ressecadas e se as palhetas não estão tortas. Conferir se as borrachas estão limpando corretamente o vidro, sem deixar frisos ou falhas na área de varredura.
  • Conferência do funcionamento da bateria. A indicação é simples, se há demora para o carro ligar, pode ser sinal de desgaste na bateria, que deve ser trocada.
  • Conferência de mangueiras e correias. Essa inspeção é simples e pode ser feita com o auxílio da luz do celular ou uma lanterna. Abra o compartimento do motor e verifique se há sinal de desgaste nas mangueiras ou nas correias do carro. Com o motor desligado, repare se nas correias há sinal de desgaste nas pontas e se os dentes (parte interna) estão em bom estado. Se houver qualquer barulho incomum vindo do motor pode ser sinal de desgaste das correias.

-Documentação em dia. O veículo precisa estar com o licenciamento e IPVA com os recolhimentos devidos.

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
GALO DOIDO
1 mês atrás

mas o ipva cobra ne ,

mais artigos