Publicidade
Anúncio: J3 Ar Condicionado em João Pinheiro - Manutenção, Higienização e Instalação de Ar de todas as marcas
Publicidade
InícioBrasilResgatada de trabalho escravo em Patos de Minas, Madalena ressurge linda e...

Resgatada de trabalho escravo em Patos de Minas, Madalena ressurge linda e de cabelos longos

Ela era mantida em condições análogas à escravidão por uma família da cidade de Patos de Minas

Publicado em

No início deste ano, tornou-se pública a história de Madalena Gordiano, 46, mantida em condições análogas à escravidão por uma família da cidade de Patos de Minas, no Alto Paranaíba, por 38 anos. Ela foi resgatada no fim de 2020, e a família está sendo investigada pelo Ministério Público do Trabalho.

Publicidade
Lubrificantes em geral na Lubrivaz em João Pinheiro

Após pouco mais de um mês de ter sido resgatada, Madalena ressurgiu linda e de cabelos longos. Ela vai sentindo o que é ser uma mulher livre, que, aos poucos, tem saboreado o poder de fazer o que quiser. E a mudança está visível. Obrigada a raspar os cabelos e a viver com pouquíssimos pertences, ela agora tem o cabelo longos, e o sorriso no rosto é evidenciado pelos cuidados de beleza. Madadela, inclusive, posou para um ensaio fotográfico.

Relembre

Madalena teria sido mantida em situação análoga à escravidão por 38 anos, parte deles na casa do professor universitário Dalton César Milagres Rigueira. Ela foi resgatada no final de novembro de 2020.

Publicidade
Revisão de motocicleta Dione Motos em João Pinheiro

No dia 3 de janeiro, o portal UOL revelou detalhes da denúncia, apontando o possível envolvimento de Vanessa Maria Rigueira Pacheco, irmã de Dalton, e funcionária da rede municipal de saúde de Patos de Minas.

Publicidade
Raimundo Contabilidade em João Pinheiro

O dinheiro da pensão de Madalena teria sido usado para custear a faculdade de medicina de Vanessa em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Para o MPT, a renda da família é incompatível com os gastos declarados. A conta só fecha com o acréscimo dos valores da pensão, de aproximadamente R$ 8.000.

Diante da suspeita, o prefeito de Patos de Minas anunciou que apuraria o caso. Na segunda-feira seguinte ao anúncio, o prefeito de Patos de Minas informou que a servidora já foi avisada do desligamento.

Publicidade

Podcast discute o caso de Madalena e da escravidão no Brasil

O caso de Madalena demonstra como, mesmo passados mais de 130 anos desde a abolição, a escravidão foi mal resolvida no Brasil e como o racismo afeta as relações de trabalho de uma maneira estrutural. O podcast Tempo Hábil se debruçou sobre a questão. Ouça a conversa com Álvaro Nascimento, doutor pela Unicamp, e coordenador do Grupo de Estudos Pós Abolição e os Mundos do Trabalho.

Publicidade
FonteO Tempo

Comentários


Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


Publicidade
2 Comentários
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Comedor de veia
1 ano atrás

Ta Linda

Jararaca Ensaboada
1 ano atrás
Resposta para  Comedor de veia

Parabens pelo bom gosto. Eu passo.

mais artigos