InícioCidadeReviravolta no PDT: controle do partido retorna ao prefeito após breve domínio...

Reviravolta no PDT: controle do partido retorna ao prefeito após breve domínio da oposição em João Pinheiro

Em decisão do diretório estadual, Olavo Valadares Oliveira Neto deixa a presidência e Girlene Antônia Alves Braga assume o cargo novamente

Publicado em

Em um episódio marcante nos bastidores políticos de João Pinheiro, o controle do Partido Democrático Trabalhista (PDT) retornou às mãos do governo municipal após apenas um dia sob a gestão da oposição. A decisão, vinda do diretório estadual, reempossou Girlene Antônia Alves Braga como presidente do partido, substituindo Olavo Valadares Oliveira Neto.

As tensões políticas aumentaram na terça-feira, 16 de abril, quando a base governista perdeu o controle do PDT. A preocupação era grande, pois mudanças na liderança poderiam influenciar as diretrizes partidárias, afetando potencialmente a elegibilidade de pré-candidatos e suas campanhas, em particular a de Pedro Gil, pré-candidato à prefeitura pelo Solidariedade e apoiado por Edinho para a sucessão municipal.

A permanência da oposição no controle do partido teria como consequência a possível impossibilidade dos pré-candidatos filiados, incluindo o próprio Prefeito caso permanecesse no partido, de apoiar oficialmente Pedro Gil, visto pela base do governo como o sucessor ideal de Edinho.

A possibilidade de não lançar candidatos na convenção partidária e a ameaça de expulsão por infidelidade partidária para os vereadores que não obedecerem às novas diretrizes complicaram o cenário. Além disso, Edmar Xavier Maciel enfrentava a necessidade de se desfiliar para manter seu apoio a Pedro Gil.

Entretanto, na quinta-feira, 18 de abril, uma nova reviravolta recolocou o PDT sob o controle do prefeito. Apesar de Edmar Xavier Maciel, conhecido como Edinho, não estar nominalmente à frente do partido, informações indicam que é ele quem decide sobre as filiações e as candidaturas na convenção partidária. A situação, embora fluida, evidencia a dinâmica volátil das alianças políticas locais.

O JP Agora tentou entrar em contato com o Prefeito Edmar Xavier Maciel para obter declarações sobre a recente mudança no controle do partido e suas implicações, mas não obteve resposta até o momento. Esforços similares foram feitos para contatar o diretório do PDT em Minas Gerais, buscando esclarecimentos adicionais sobre a decisão, porém sem sucesso até agora.

Assinar
Notificar

Termo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JP Agora. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JP Agora poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!


1 Comentário
Mais votados
Mais recente Mais antigos
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
GALO DOIDO
28 dias atrás

REVIRAVOLTA.
AGORA NAO VAI SER ESSA TURMA , VAI SER A OUTRA QUE VAI NOS ROUBAR SO ISSO